Coma devagar!

Coma com uma mão para baixo! 😉

eat fast
É assim que você se alimenta na maioria dos dias?

 

Estudos mostram que calma na mesa de jantar nos ajuda a perder peso, mas quem tem o auto-controle para isso? Em vez de tentar se esforçar em comer mais devagar, tente comer com a mão que não seja a dominante. Canhotos, faça o oposto.

Se você está comendo com as mãos (algo como um sanduíche) tente colocar sua mão dominante no bolso durante toda a refeição. Pegue sua comida e sua bebida apenas com a mão dominante.

Para adicionar um pouco mais de dificuldade, tente trocar seus utensílios. No entanto, se você está acostumada a fazê-lo dessa maneira, reverta-os.

Além de potencialmente poder causar uma grande bagunça, esse exercício pode realmente forçá-la a ir mais devagar nas refeições e emagrecer. Com o ritmo mais lento, o estômago tem mais tempo para dizer ao seu cérebro que está cheio.

Mais uma vantagem?  Você também vai desenvolver uma maior destreza com a mão não-dominante, algo que alguns dizem que aumenta a função cerebral.

Pode não ser fácil, mas é muito mais fácil do que queimar as calorias ingeridas em excesso 😉

Confira as Informações Nutricionais!

Conferir as informações nutricionais do que você come é mais fácil do que você imagina, leia adiante e aprenda como fazer desse um hábito no seu dia-a-dia 😉

Você lê as informações nutricionais do que come?
Você lê as informações nutricionais do que come?

 

As pessoas que lêem rótulos nutricionais pesam menos que aquelas que não o fazem. E você não precisa de um diploma de nutrição para entender o que diabos significa tudo o que diz ali naquela lista. (Surpresa?)

Os dois números mais importantes para a perda de peso são as calorias por porção e a quantia de gramas por porção. Isso porque a ingestão de alimentos de baixo teor de densidade calórica é a chave para a perda de peso.

Para descobrir a densidade calórica de um alimento (ou calorias por grama) , apenas divida as calorias por porção pelas gramas por porção. Você não precisa nem usar uma calculadora, se quiser arredondar os números. Se a densidade calórica for inferior a um (ou o número de calorias for menor do que o número de gramas), este alimento é quase certamente bom e adequado para a perda de peso.

Alimentos com densidade calórica superior a 3 (ou se o número de calorias é mais de três vezes maior do que a quantia de gramas por porção) esses não são muito favoráveis à sua dieta e devem ser tratados como uma indulgência.

É muito fácil! Hoje, o desafio é  ler as informações nutricionais de pelo menos um alimento embalado você come. Calcule a densidade de calorias 😉  Tente encontrar uma alternativa mais saudável se a densidade de calorias for maior do que 1.

Se você puder, tente fazer isso durante o dia todo, sempre que você encontrar outros alimentos embalados. Isto irá lhe ajudar a comparar alimentos para que você possa escolher melhores alternativas 😉

Diga-nos nos comentários abaixo, você calculou a densidade calórica de algum alimento?

Calorias VS Grupos Alimentares: o que realmente importa?

Como você lida com os nutrientes na sua dieta? Já ouviu falar do conceito de Volumetria? Aprenda mais a respeito disso:

Exemplo de uma tabela nutricional
Exemplo de uma tabela nutricional

 

Alguns programas de perda de peso fazem com que você fique obcecada com certos nutrientes ou grupos alimentares (por exemplo, gorduras, carboidratos, proteínas). Você já deve ter notado que ContarCalorias não faz isso, e nós sabemos que pode ser bastante confuso para os membros que experimentaram outras dietas no passado.

Por que prestamos tão pouca atenção à diferença entre carboidratos e gorduras ? Quando se trata de perda de peso, macronutrientes ou grupos alimentares simplesmente não são o fator mais importante a se considerar. Ao encher você com cálculos complicados de fórmulas e macronutrientes, outras dietas podem ser quase impossíveis de seguir. Isso simplesmente toma muito tempo e coloca muitas limitações em suas refeições.

Em vez disso, o ContarCalorias se concentra na densidade calórica dos alimentos, ou o conceito de Volumetria comprovado de que você pode comer menos calorias sem passar fome. Você simplesmente tem que comer calorias que lhe fornecem mais saciedade.

Ironicamente, grupos alimentares desempenham um certo papel e efeito na maneira como os alimentos nos satisfazem. Nós só não achamos que você tem que entender todas as diferenças entre os macronutrientes para perder peso. (Confira o desafio de hoje para ver os dois números mais importantes para você)

Vamos discutir os nutrientes mais à fundo à medida em que avançamos no seu programa, mas se você estiver interessado, aqui estão algumas curiosidades para manter o foco e entender melhor:

– Sempre ouvimos que todos os carboidratos são ruins, mas a fibra é um carboidrato e  na verdade nos ajuda a se sentir mais cheias (ou satisfeitas). Só não se esqueça de comer grãos integrais, que não sejam refinados ou industrializados como o pão branco por exemplo.

– A gordura tem 9 calorias por grama, e é por isso que alimentos ricos em gordura são tão altamente calóricos.

– Carboidratos e proteínas têm 4 calorias por grama, enquanto o álcool tem 7 calorias por grama.

Será que o seu metabolismo decide o quanto você pode emagrecer?

Desvendando os mistérios do famoso ‘metabolismo lento’! 

metabolism

 

 

Todos nós já ouvimos dizer que o metabolismo, especialmente se for lento, pode prejudicar suas metas de perda de peso.

Mas, enquanto os verdadeiros distúrbios metabólicos (como hipertireoidismo e diabetes) podem ser um problema médico sério e podem influenciar a sua capacidade em perder peso, o bom e velho ditado do “metabolismo lento” provavelmente não está afetando a sua habilidade em emagrecer.

Então, o que é o metabolismo?

Metabolismo é o processo pelo qual o corpo converte alimentos e bebidas em energia. Sua taxa metabólica basal (TMB ) é o número de calorias que seu corpo usa para funções básicas como a respiração  e reparação celular. Isto é o que algumas pessoas se referem quando dizem que têm um “metabolismo lento”.

Existem alguns fatores que afetam o metabolismo, mesmo para pessoas saudáveis. Homens, por exemplo, têm mais massa muscular do que gordura corporal. Por isso, eles sempre irão queimar mais calorias em repouso e têm um metabolismo mais “rápido” do que as mulheres (rrrrrr!!!). Pessoas que são mais pesadas ​​ou que possuem mais massa muscular irão queimar mais calorias também. Adultos mais jovens têm uma taxa metabólica mais alta do que os mais velhos.

O que é que isso significa para mim?

A realidade é que, essas diferenças entre sexo, idade e tamanho são relativamente compatíveis em toda a população. Embora possa parecer inicialmente desanimador que você não pode simplesmente culpar seu metabolismo quanto aos sacrifícios do processo de emagrecimento, isso é realmente uma coisa boa! Isso significa que perder peso não deve ser mais difícil para você do que para qualquer outra pessoa que é da sua idade e sexo.

Se você tem um estado de saúde bom no geral, médicos dizem que existem poucas chances de que o seu metabolismo seja o culpado pela sua dificuldade em perder peso. É mais provável de que a ingestão de muitas calorias, muito pouco exercício, ou certos medicamentos possam estar causando essa dificuldade.

Razões para se preocupar

Se você sempre seguiu uma dieta baixa em calorias e aumentou o seu nível de atividade física mas os quilos não estão baixando (por um período ou tempo prolongado), você pode ter um motivo para se preocupar, por isso consulte o seu médico.

Agende a sua perda de peso!

Anote o seu progresso e documente todas as fases do seu processo de mudança. Planejamento e organização são chave para o sucesso 😉

Writing

A falta de tempo é uma das desculpas mais comuns para quem não adere a um estilo de vida saudável. Claro, não importa quanto tempo você tem, ele sempre parece ser preenchido. A realidade é , que muitas vezes, o tempo existe e o que falta é organização.

Se você estiver realmente disposta a fazer mudanças nos seus hábitos para melhorar a sua saúde, o seu tempo precisa ser agendado, assim como se você estivesse completando um projeto de trabalho ou agendando uma visita de médico. Você não iria para uma importante reunião de trabalho sem se preparar para isso não é verdade? Suas metas de saúde merecem o mesmo compromisso.

Seu desafio hoje é escrever uma lista de todas as coisas que você gostaria de fazer esta semana para atender às suas metas de saúde. Seja ela estar preparando um jantar saudável pelo menos três vezes na semana, dar uma corrida duas vezes na semana, comprar lanchinhos saudáveis para levar para o trabalho, etc.

Em seguida, pegue a sua agenda , calendário, ou qualquer outra coisa que você usa para programar o seu tempo, e marque o tempo necessário para completar seus objetivos (não se esqueça , cozinhar significa uma ida ao supermercado, por isso reserve este tempo também).

Se você ainda não usa o seu celular para se programar, você pode começar agendando estas tarefas no seu calendário eletrônico para garantir que você receba alertas para ir à academia ou supermercado.

Diga-nos se você completou esse desafio. Você agendou todas as suas tarefas de perda de peso para a semana?

O que fazer quando você ganha peso

Não pense que isso só acontece com você, ou que você não está se dedicando de forma correta ou suficiente no seu plano de emagrecimento. Entenda porque ganhar peso, mesmo durante uma dieta, é muito comum e acontece com a maioria das pessoas.

what_to_do

Ganhou um pouco de peso e está se se sentindo para baixo ? Lembre-se, você está lutando contra a mãe natureza , por isso não vai ser fácil.

Como seu corpo lida com o peso?

O seu corpo é programado para manter o máximo de gordura possível.  Tão recentemente quanto há cerca de 500 anos, os seres humanos tiveram que se contentar com apenas algumas grandes refeições, seguidas por longos períodos de jejum. Seu corpo é perfeitamente adequado para estas condições. Infelizmente, com lanchonetes em cada esquina , um mecanismo tão surpreendente se torna um pouco passivo. Seu corpo ainda não se adaptou à essas condições.

Perder peso é difícil …

Uma forma simples de explicar este conceito é esta: quando você ganha peso, seu corpo faz com que novas células de gordura sejam produzidas. Uma vez formadas, essas células de gordura ficam constantemente insaciáveis e implorando por mais alimentos para preenchê-las. Então, perder peso é muito mais difícil do que ganhá-lo (se você está curiosa, o nome para isso é a teoria lipostática de perda de peso) .

… Mas não impossível !

Isso não significa que a perda de peso é impossível, só que para conseguir você tem que superar os desejos naturais do seu corpo. E isso não é fácil, requer tempo e dedicação. Portanto, não desista , redobre seus esforços, e você vai ver os resultados, nós prometemos!

Amigo ou inimigo da dieta?

Identifique hábitos que lhe ajudam (e os que atrapalham!) a sua dieta. Dessa maneira você estará pronta pra reagir contra eles 😉

Você sabe identificar os inimigos da sua dieta?
Você sabe identificar os inimigos da sua dieta?

Quantos obstáculos que você enfrenta para comer bem todos os dias? Pense naqueles momentos em que você divide um pacote de bolachas com suas amigas, saboreia um pedaço de bolo que só a sua avó sabe fazer, ou quando sua melhor amiga lhe convence a abrir outra garrafa de vinho.

Claro, eles estão apenas tentando ser gentis, mas às vezes as pessoas que amamos e gostamos de estar juntas, podem sem querer estar sabotando nossos esforços com a perda de peso. E simplesmente evitando essas pessoas com quem deslizamos na dieta mais facilmente não vai resolver os seus problemas. Por isso preste atenção no que você pode fazer:

Seu desafio hoje é identificar o seu principal inimigo da dieta e montar um PDA (Plano de Ação) para lidar com a tentação.

Por exemplo:

Decidir quem e quando …  A sua mãe faz aquela macarronada com 3 tipos de molho carregado de queijos e tudo que tem direito pelo menos uma vez por semana, ou você não resiste à uma cervejinha (ou 3) no fim de semana com as amigas.

Trace o seu PDA … Quando for se deliciar com a macarronada, tire a sua porção da travessa e guarde o resto na geladeira, dessa maneira você evita repetecos! Já combinou de sair para um happy hour? Tenha um copo de água junto à sua cerveja e tome só uma. Assim você pode desfrutar das coisas que gosta mas sem abusar!

Diga para nós “Eu completei o desafio!” nos comentários abaixo. Identifique o seu maior inimigo da dieta e diga-nos quais plano você montou para derrubá-los 😉

Motive-se com um Mantra!

Motive-se com um mantra e vença obstáculos no seu plano de reeducação alimentar!

Motive-se com um Mantra 

Às vezes, chegamos à um ponto em que não nos sentimos muito bem no nosso plano de emagrecimento. Mesmo que isso não esteja acontecendo agora com você, recomendamos escolher um mantra – um curto refrão, ou provérbio inspirador que você possa usar nos dias difíceis.

Como os mantras funcionam?

O mantra lhe ajuda a construir e melhorar sua auto-confiança. Ao reafirmar que a alimentação saudável lhe faz muito bem ou que correr faz você ficar mais forte, estas idéias já estão sendo implementadas na sua mente e você passa a acreditar nelas.

Uma vez que você acredita, é mais fácil criar hábitos positivos e vivê-los todos os dias.

O que o mantra significa para mim?

Se você está tendo dificuldade em perder peso , tente afirmações como “perder peso é divertido!”, ou ” Eu faço exercícios e como bem para me sentir bem!” Se não houver um provérbio ou lema que tem a ver com você, invente o seu próprio mantra.

Seu desafio de hoje é criar uma lista de dois a três mantras que irão lhe ajudar a realizar seus objetivos. Não basta escolher  um velho ditado qualquer. Escolha um lembrete que tenha a ver com você e lhe ajude! Pense em por qual razão você quer perder peso ou quais são os elementos que você encontra mais dificuldade e inclua-os no seu mantra.

Conte pra nós nos comentários abaixo se você completou esse desafio e mencione quais mantras você escolheu 😉

 

5 maneiras de dar um gás na sua motivação!

Que tal dicas de como se manter focada? Leia adiante como é possível evitar deslizes e chegar onde você quer com o seu corpo e saúde! 

Acontece nas melhores famílias, as bolachinhas recheadas chamam o seu nome, e o sono acaba tendo prioridade quando você planeja um treino de manhã. Quando você se vê nesta batalha diária, entre o anjo bonzinho do lado direito no seu ombro, e o diabinho pronto pra te dizer ‘vai nessa!’, lembre-se de que existem maneiras de aumentar a sua força de vontade.

Comece aos poucos

Faça pequenas mudanças, sejam elas à respeito da sua alimentação ou adicionando cinco minutos no seu treino, assim você melhora a sua força de vontade no geral. Estudos mostram que começando aos poucos pode aumentar sua força de vontade para assumir desafios maiores durante o seu plano.

Continue reading 5 maneiras de dar um gás na sua motivação!

Magra te ajuda a perder peso sem sacrifícios!

Não é preciso sofrer para perder peso!
Não é preciso sofrer para perder peso!

 

 

Magra lhe ajuda a perder peso sem se sacrificar

Você não tem que passar fome!

Jogue fora todas as noções pré-concebidas que você tem de que perder peso é uma questão de privação. Você pode perder peso e viver sua vida sem passar fome. Essa frase pode parecer um daqueles comerciais de fim de noite, não deixa de ser verdade e nós vamos comprovar para vocês com estudos científicos.

A pesquisa foi feita pela Penn State University sobre o conceito de Volumetrics, ou Dieta Volumétrica. A Dieta Volumétrica tem a ideia de que o número de calorias que você come tem basicamente nada a ver com a sua saciedade. E a boa notícia é que a pesquisa prova que eles estão certos.

Na prática, o que a Dieta Volumetrica significa para você é que você pode comer menos calorias sem sentir fome. O tamanho e o peso de sua comida é o que faz você se sentir satisfeita, e não o seu conteúdo calórico. Alimentos com muita água, como legumes e frutas, fazem com que o seu estômago se sinta satisfeito, embora estes alimentos não tenham muitas calorias.

Da próxima vez que você estiver adicionando alimentos no seu diário alimentar, mantenha foco na adição de mais destes alimentos que lhe fazem sentir ‘cheia’ (frutas e legumes) à sua dieta. Diga não a privação e comece a obter resultados reais.