hiit

7 mitos sobre o HIIT

HIIT (HigH-Intensive Interval Training) ou em português, Treinamento Intervalado de Alta intensidade, é a sensação do momento por ser super eficaz na construção de músculos e na queima de gorduras.  Afinal, quem não gostaria de acabar com um treino em 20 minutos, ao invés de passar uma hora na academia, especialmente se este treino o fizesse perder peso rapidamente? Porém, pela popularidade que o HIIT alcançou, muitos mitos têm surgido. Aqui vamos apresentar os mais comuns, e a verdade por trás deles.

Mito #1 :  HIIT  é todo baseado em Cardio

HIIT é uma modalidade de aumento de intensidade do seu treino. Seu objetivo é fazê-lo a todo vapor durante um curto período de tempo (usando 80 a 95 % do seu batimento cardíaco máximo), seguido de um período de baixa intensidade. Durante a execução do HIIT, você pode fazer exercícios de peso corporal, sessões de levantamento de peso e exercícios típicos esportes centrados em vez de apenas cardio. A maioria das pessoas acha que HIIT é a mesma coisa que Cardio, mas na verdade você pode fazer o HIIT com qualquer tipo de exercício, basta usar intensidade máxima para ele.

Mito #2: HIIT é para todos

Todo mundo pode fazer o treino HIIT, porém os novatos devem evitar a intensidade máxima nos primeiros dias. Ir com calma na rotina HIIT reduzirá os riscos de lesões e dores musculares. Uma vez que você consegue realizar 30 minutos de exercícios de baixa intensidade, é o momento de acelerar e passar para um HIIT. 

Mito #3: HIIT é o único treinamento que você precisa

Se você realizar apenas o treino HIIT  fará um bom progresso, mas não tanto quanto você pode alcançar se combinar ele com um treinamento tradicional. É melhor fazer seus treinos HIIT durante as suas sessões de cardio e adicionar um treino de força HIIT uma ou duas vezes por semana.

Mito #4: HIIT pode substituir o treinamento cardio regular

Se você somente executar treinos HIIT, você poderá perder a resistência cardiovascular, que é o tipo de resistência que começa a ser trabalhada de 30 a 60 minutos após o início dos exercícios. O ideal é você fazer exercícios longos de baixa intensidade nos seus dias de descanso, assim você dá um tempo para os seus músculos e mantém sua resistência. Faça caminhadas ou saia para pedalar nesses dias.

Mito #5: Quanto mais, melhor

Com o treinamento HIIT, você não pode exagerar. Se você está trabalhando corretamente – usando 90% da sua frequência cardíaca máxima e limitando o tempo de descanso –  você não será capaz de acompanhar um treino HIIT por mais de 20 ou 30 minutos. Portanto não se esforce muito além da marca de 20 minutos, e certifique-se de dar ao seu corpo pelo menos 48 horas de descanso para se recuperar entre um treino HIIT e outro.

Mito #6: Concentrar o treino HIIT em uma parte específica do corpo

Faça isso e você estará perdendo seu tempo! O treinamento HIIT deve se concentrar em seu corpo por inteiro, usando os exercícios que trabalham  tronco, pernas e sistema cardiovascular. Pense em exercícios como Burpees, saltos, agachamentos, balanços de kettlebel e etc. Você vai perceber que trabalhar todo o seu corpo ao mesmo tempo garante a máxima eficiência!

Mito #7: HIIT aumenta sua massa muscular

HIIT não vai ajuda-lo a aumentar sua massa muscular, ele apenas manterá a massa muscular magra que você já possui e queimará gordura. O foco do HIIT é a resistência cardiovascular e prevenção de lesões musculares durante o exercício. Se o seu objetivo é ganhar massa muscular, o HIIT não é o caminho certo.

 

 

 

 

4 thoughts on “7 mitos sobre o HIIT”

  1. Hi there, You’ve done an incredible job. I will definitely digg it and personally recommend to my friends.
    I am confident they’ll be benefited from this web site.

Leave a Reply

Your email address will not be published.