Caroline Gracie fala sobre a tradição do ‘Brazilian Jiu-Jitsu’ na sua família e como se mantém em forma!

 caroline gracie

Essa semana marcamos um encontro com a atleta de BJJ (Brazilian Jiu-Jitsu) Caroline Gracie. Ela conta pra nós como se sente praticando esse esporte e representando as mulheres e fala também do seu estilo de vida e como integra a tradição Gracie em tudo que faz. Acompanhe!

 

Contar Calorias Brasil: Conte para nós um pouco da tradição do Brazilian Jiu-Jitsu (BJJ) na sua família.

Caroline Gracie: Eu sou neta do Gran Master Carlos Gracie e filha do fundador da Escola Gracie Barra, Master Carlos Gracie Jr. O meu avô foi apresentado ao Jiu-Jitsu quando tinha catorze anos pelo Japonês Mitsuyu Maeda. Ele comecou a ensinar Jiu-Jitsu no Rio de Janeiro aos 20 anos e dedicou sua vida para disceminar essa arte. Ele abriu a primeira escola Gracie de Jiu-Jitsu junto com seus irmãos mais novos, Oswaldo (1904), Gastao (1906), George (1911), and Helio (1913) em 1925. Meu avô teve 21 filhos e quase todos aprenderam Jiu-Jitsu e muitos dos meus tios e primos seguiram os passos do meu avô e hoje vivem do Jiu-Jitsu.

 

CCBR: Existe a necessidade de um preparo físico para praticar BJJ (Brazilian Jiu Jitsu)? Você pratica alguma outra atividade além de treinar?

CG: Não. Qualquer um que nunca praticou atividade física ou outra arte marcial pode começar a aprender Jiu-Jitsu. Eu pratico outras atividades físicas por que gosto de levar uma vida bem ativa, até como lazer. Eu também faço Yoga, musculação, natação, Surf e SUP (Stand Up Paddle) e outras atividades nas horas livres.

 

CCBR: Quantas vezes por semana você treina?

CG: No mínimo 3 vezes por semana.

 STORM_BARRA_GRACIE_2013_7X9A8906

 

 

 

CCBR: Alguma vez se sentiu descriminada por ser mulher e praticar BJJ (dentro ou fora da academia)?

CG: Nunca me senti descriminada, mas não posso negar que ainda existe um preconceito de quem não conhece o Jiu-Jitsu de que “luta é coisa de homem”. Pelo contrário, o Jiu-Jitsu é a arte suave que possibilita o mais fraco fisicamente se defender do mais forte através da técnica e da inteligência. Por isso acho que todas as mulheres deveriam aprender como forma de defesa pessoal, alem de ser uma ótima atividade física.

 

CCBR: Como é a sua alimentação? Segue alguma dieta?

CG: Não estou seguindo nenhuma dieta específica no momento, mas procuro me alimentar de forma saudável. De certa forma a minha alimentação é muito influenciada pelos ensinamentos do meu avô sobre a Dieta Gracie. Meu avô se interessava muito por alimentação e estudou esse assunto durante anos. Ele criou uma dieta baseada na combinação dos alimentos. A principal idéia por trás da Dieta Gracie é manter o pH das refeições o mais neutro possível, equilibrando as substâncias através da combinação adequada a fim de evitar doenças e fazer com o que o indivíduo se sinta da melhor forma possível. Sem dúvida, na minha opinião ter uma alimentação saudável é indispensável para se viver uma vida ativa e na sua plenitude. Eu sinto que uma boa alimentação pode afetar positivamente a minha performance nos treinos. No meu estilo de vida se alimentar bem e fazer atividade física é fundamental para se viver bem.

 

CCBR: Quem são os altletas que você admira no BJJ?

CG: Eu admiro todos os atletas por que para ser atleta é preciso muita disciplina e determinação. Mas é claro que a minha torcida é sempre dos meus familiares 🙂

 

CCBR: O que você mais admira no estilo de vida do BJJ?

CG: Eu admiro o estilo de vida ativo, de realizações e de viver a vida na sua plenitude. Eu acredito que para se viver uma vida ativa e na sua plenitude você precisa cuidar da mente e do corpo. Por que um não vive sem o outro. Para mim a busca da felicidade está em achar um sentido para viver que seja maior do que você como indivíduo. E a saúde é fundamental para isso. Estar com a mente e o corpo saudáveis possibilitam o indivíduo cumprir o seu papel social, ativo na sociedade, com o seu trabalho, e ou na sua família e realizando atividades que tragam bem estar.

 

CCBR: O que você faz profissionalmente hoje? Quais são seus planos para o futuro?

CG: Eu sou formada em Comunicação Social pela PUC-Rio. Atualmente trabalho nos EUA como repórter na Revista Gracie Magazine onde apresento um Web Show sobre Saúde, bem-estar e estilo de vida do Jiu-Jitsu. Quero incentivar as pessoas a levarem uma vida ativa e saudável. E mostrá-las que existem milhares de formas de se fazer isso. Que para ser saudável não é um sacrifício, pelo contrário, pode ser muito fácil e divertido.

caroline

Bate-Papo:

Idade: 29

Onde mora: California

Lugar preferido: Praia

Hobby: Praticar esportes e ouvir musica.

Melhor característica: Sinceridade

Melhor amigo (a): Meu irmão

Frase: A sua vida é a sua mensagem para o mundo. Faça-a ser inspiradora!

Instagram: @carolgracie

Nós do Contar Calorias concordamos com a Caroline quando ela diz que é possível ser saudável e se divertir ao mesmo tempo! Qualquer atividade física vale, caminhar no parque com sua família, andar de patins no calçadão, correr atrás da molecada…Só não vale surfar no sofá! Que tal usar um pouco dessa inspiração da Caroline para implementar algumas mudanças no seu estilo de vida nesse fim de semana? Conte pra nós…o que VOCÊ vai fazer nas suas horas vagas? 😉

 

 

 

9 thoughts on “Caroline Gracie fala sobre a tradição do ‘Brazilian Jiu-Jitsu’ na sua família e como se mantém em forma!”

  1. These types of betterscooter.com http://www.scamadviser.com/is-betterscooter.com-a-fake-site.html are amazing As awesome, trendy and extremely great. however, the key locks towards the bottom brings out swiftly, we’ve solely donned these products relating to Half a dozen times along with the coat is going extremely slim. i have to order walkfit shoe inserts however i am not confident that l fitanyway, i would recommend these to a fellow worker!!!!

  2. Ultra small 2.5 K electronic film cam with expert PL lens install, 13
    quits of vibrant range, RAW and also ProRes
    SSD recorder, 5 inch touch screen and more!

  3. You could even use vintage PL movie theater lenses
    when you’re shooting period job where you intend to
    recreate the appearance of that time by utilizing the actual lens they used back
    in those days!

  4. In case your website is heavy on graphics, corresponding to pictures or art, then take a look at the picture measurement of information that can be uploaded.

  5. Second, shade accuracy on a video camera could be figured
    out by firing a shade chart, then contrasting the outcome with the graph.

  6. I really really feel Leica has actually
    taken all they have actually learned in Digital as well as developed a no compromise electronic camera that for me, defeats the M, defeats the S and
    beats the other Leica cams these days (X, T, etc).

Leave a Reply

Your email address will not be published.