EAD2CD06A3034EFF88073D132577735C

Entrevista com Banqueteiro Toninho Mariutti

Apesar de sua simplicidade e modéstia, Toninho já preparou jantares para famosos como Bill Clinton, Bill Gates e reis da Espanha. Sempre às voltas com festanças de socialites e famosos, o banqueteiro cria cardápios guiado pela vontade do freguês desde um cuscuz para um casal até uma recepção de casamento para centenas de pessoas. Ele conta para a equipe do Contar Calorias Brasil como começou sua carreira e o que acha da culinária de hoje.

Magra Brasil: Como começou a sua paixão por cozinhar?

Toninho Mariutti: Desde pequeno, por ser muito curioso e guloso, passei a observar a culinária caseira da minha família; com o passar dos anos, a dos restaurantes daqui e  internacionais quando em viagem; e nas casas de amigos também. Comecei mais ou menos há uns 20 anos, juntamente com os meus familiares e amigos a desenvolver o meu estilo de cozinhar, receber, decorar ambientes usando  da criatividade, mas mantendo sempre a exclusividade para cada cliente; e como digo sempre não sou nenhuma “estrela”, mas nasci com a estrela da sorte; além de ter tido bons mestres durante o meu aprendizado como: Germano Mariutti, Attílio Baschera, Gregório Krammer, Sylvia Kovarick, José Duarte, Aparício Basílio dentre tantos outros.

MBR: O que você acha da culinária hoje em dia e de pratos elaborados?

TM: Os pratos de hoje acho excessivamente elaborados, eu ainda acredito na simplicidade da cozinha e dos temperos.

MBR: Comida feita em forno à lenha é mais saborosa?

TM: Lógico, a comida leva mais tempo no forno. Demoramos mais para cozinhar, mas a comida vai sendo cozida aos poucos, engrossando, criando um creme. Na minha casa tenho fogão a lenha e uso muito, forno de microondas não sei nem ligar.

MBR: Como funciona a sua parceria com Vic Meirelles?

TM: Somos amigos, começamos juntos e admiro o Vic pela beleza das mesas.

MBR: Conte para nós um pouco à respeito do seu novo projeto, a Toninho Mariutti Presto.

TM: A Toninho Mariutti Presto vem em um momento de mudança da sociedade, com a nova lei trabalhista no Brasil em que muitas famílias estão sem empregada e sem tempo para cozinhar. Além disso, nossos pratos acabam ajudando os casais mais jovens e as novas famílias com menos membros do que antigamente.

MBR: Qual foi o maior evento feito por você e sua equipe?

TM: Inaugurações de Shopping, Bienal de São Paulo, comidaiada…

MBR: Qual o seu prato mais pedido? E o que você mais gosta de preparar?

TM: O meu prato mais pedido é o cuscuz à paulista, que virou marca registrada. O que mais gosto de preparar são as massas, principalmente com um belo molho de tomate.

MBR: Qual o seu restaurante (ou Chef) preferido quando quer tirar uma folga da cozinha?

TM: O Nello’s em Pinheiros, uma bela churrascaria como o Barbacoa e a pizza do Camelo.

MBR: É preciso estudar para ser um bom cozinheiro?

TM: Não, precisa ser muito intuitivo e criativo. Também é fundamental gostar de comer.

MBR: E agora, o que vêm pela frente?

TM: Estamos lançando um novo livro e pretendemos ampliar a  Rotisserie.

 

E nós estamos no aguardo já imaginando as delícias por vir! Para ficar à par das novidades e empreitadas do Toninho visite sua página no Facebook

Leave a Reply

Your email address will not be published.