Conheça os 2 macronutrientes essenciais para a sua dieta

Proteína é um dos macronutrientes essenciais para o seu organismo
Proteína é um dos macronutrientes essenciais para o seu organismo

 

Macronutrientes primários

Existem três macronutrientes primários – proteínas, gorduras e carboidratos. Mas apenas 2 destes são essenciais para a manutenção da vida humana. Você consegue adivinhar quais 2?

Se você adivinhou proteína e gordura, você está correto. Os hidratos de carbono não são necessárias para sustentar a vida. Os hidratos de carbono fornecem glicose e energia que o corpo usa, mas o corpo também pode derivar a sua energia a partir de gorduras e proteínas.

Ácidos Graxos Essenciais

Nem todas as gorduras são iguais. Embora muitos tipos diferentes de gordura têm as suas vantagens, apenas os ácidos graxos essenciais são necessários. Isto é porque o corpo não pode sintetizá-los. Os ácidos graxos de ômega- 3 e ômega- 6  precisam ser ingeridos através de sua dieta, e a maioria da população mundial consome uma quantia perto dos valores ideais.

Aminoácidos Essenciais

A proteína é  outro macronutriente essencial. A proteína é composta de aminoácidos, os blocos de construção da vida. Eles são essenciais para muitas funções importantes no corpo. Uma dessas funções é a de fornecer a energia para o cérebro. Seu corpo não pode fabricar todos os diferentes aminoácidos, portanto ele precisa obter seus aminoácidos essenciais através da sua dieta.

Na ausência de hidratos de carbono, o cérebro precisa encontrar glicose (açúcar) para funcionar. Há uma razão pela qual as pessoas se sentem confusas quando não comem por um período longo ou quando estão seguindo uma dieta baixa em carboidratos. O cérebro precisa de glicose para realizar suas funções. Mas onde é que ele pode obter glicose se não há consumo de carboidratos? Ele recebe esse nutriente a partir de proteínas, através de um processo chamado gliconeogênese .

Então o que acontece quando você não consome carboidratos ou proteínas? O corpo ainda precisa de glicose. E existe uma outra fonte de proteína que o corpo pode usar. Na ausência de hidratos de carbono e proteínas, o corpo recorre à si mesmo para produzir combustível. A proteína é a substância mais abundante em nossos corpos. Os músculos são feitos de proteína. Órgãos, pele, olhos e cabelo, são todos feitos de proteína. O corpo começa a quebrar estes tecidos para alimentar -se. Ele lentamente corrói até chegar ao ponto em que já não pode se sustentar.

A moral da história? O primeiro passo para uma dieta saudável é dar ao seu corpo o que ele precisa para sobreviver. Os ácidos graxos essenciais e proteínas (especificamente os aminoácidos essenciais) devem estar sempre presentes na sua dieta se você quer alcançar seus objetivos. Então, inclua carnes magras na sua dieta e belisque um punhado de nozes. Seu corpo vai agradecer.

Mantenha a sua dieta limpa!

Suco de laranja natural ao invés do industrializado é exemplo de alimento da dieta limpa
Suco de laranja natural ao invés do industrializado é exemplo de alimento da dieta limpa

Todo lugar que você olha hoje em dia existem produtos dizendo que fazem milagres para a sua saúde, queimam gorduras, adicionam proteína, vitaminas à mais, antioxidantes, etc.

Mas a verdade é que muitos desses alimentos ‘saudáveis’ podem prejudicar a sua dieta. Quando falamos em dieta limpa nos referimos à diferença entre alimentos industrializados e alimentos integrais ou que passam pelo menor número de transformações até chegar à sua mesa. Quanto menos industrializado o alimento for, mais nutrientes são conservados. Vamos dar uma olhada na batalha entre alguns alimentos frescos e industrializados e decida por você quais são os vencedores:

Fruta fresca VS suco industrializado

Uma laranja tem cerca de 70 calorias e 3g de fibra (que é o que deixa você satisfeita e mantém o intestino regular). Em comparação, uma porção de 350ml de suco industrializado tem o dobro de calorias, 3 vezes a mais de açúcar e nem um terço da quantidade de fibras! Com certeza a laranja fresca ganha essa batalha.

Iogurte grego desnatado ao invés da Barrinha de proteína

Barrinhas de proteína podem sim ter até 30g de proteína em cada porção, mas você sabe o que mais vem com toda essa proteína? Muitas barrinhas contém mais calorias do que uma barra de chocolate, gordura saturada, xarope de milho e praticamente nenhum outro benefício à sua dieta. Compare esses fatos nutricionais à uma porção de iogurte grego desnatado que contém cerca de 120 calorias, 17g de proteína, e ainda por cima cálcio e probióticos (que auxiliam a manter a saúde da sua flora intestinal). Quem vence? O iogurte grego é altamente superior nutricionalmente e fornece ao seu organismo um lanchinho rico em proteína e sabor.

Mingau de Aveia ao invés de cereais matinais ‘diet’  

Pode ser muito difícil resistir à tentação em comprar aquele cereal matinal ‘diet’, ‘light’ ou o ‘saudável do momento’, mas será que ele será suficiente para lhe deixar satisfeita? Ou será que você vai acabar se rendendo à um cupcake às 11 da manhã? Cereais matinais baixos em calorias são muitas vezes enganadores, muitos deles tem um índice glicêmico alto, o que irá causar uma alta de açúcar no sangue rápida que lhe traz um relâmpago de energia, mas que rapidamente baixa, causando a fadiga e fome. Mingau de aveia por outro lado, pode até conter mais calorias do que o cereal, porém lhe deixará satisfeita por mais tempo (assim você não belisca tantas vezes antes da próxima refeição), é carregada de fibras alimentares e de sobra ajuda a baixar o colesterol ruim. Vencedor dessa batalha? Aveia sem dúvida leva o troféu.

Vegetais ao invés de vitaminas adicionadas em alimentos industrializados

Não existe substituto à medida quando falamos em vitaminas. Quando absorvemos nutrientes e vitaminas através de alimentos estamos também adquirindo inúmeros outros benefícios para a saúde sem calorias a mais ou gastos com suplementos.

Vegetais por exemplo são cheios de fibra, minerais e são geralmente baixos em calorias (especialmente os verdes). Bebidas de vitaminas, comprimidos e suplementos multivitamínicos tem a sua função em momentos específicos. Mas para perda de peso o mais importante é ter uma dieta balanceada com muita variedade, e pense no quanto de dinheiro você irá economizar!

Pode ser um desafio mudar a sua alimentação por completo e ter uma dieta limpa! Que tal começar aos poucos e mudar alguns ítens na sua despensa (ou geladeira?). O seu corpo e disposição agradece! Conte pra nós, o que você escolhe mudar HOJE? 😉

Diminua a sua porção!

Você sabia que simplesmente mudando o seu pedido de refrigerante de tamanho grande para médio pode lhe economizar cerca de 100 calorias? Se você tem o costume de tomar refrigerante com suas refeições, pense no saldo de calorias que pode ter em uma semana, cerca de 700 calorias!

Para emagrecer não é preciso esquecer completamente e nunca mais comer as suas comidas favoritas. Somente mudando o tamanho da sua porção de alimentos pode causar um grande efeito no seu processo de emagrecimento.

Principais alimentos à evitar em grandes quantidades:

  • Refrigerantes com açúcar
  • Batata-frita ou salgadinhos industrializados
  • Milk-shakes, bebidas de café açucaradas
  • Chocolates e doces

Seu desafio de hoje? Diminuir a porção de ao menos uma de suas comidas favoritas ou que estejam incluídas na lista.

Conta pra gente: você cumpriu com o desafio de hoje? Qual foi a indulgência que você atacou? 😉

Inclua proteína na sua dieta para auxiliar a perda de peso

Proteína é essencial no plano de emagrecimento
Proteína é essencial no plano de emagrecimento

 

Proteína é parte essencial da nossa alimentação e não só auxilia o ganho de massa magra mas também é necessária para manter o seu sistema imunitário forte e saudável. Será que você inclui a quantidade certa e tipo certo de proteína na sua alimentação?

Você toma uma xícara de café com leite no café da manhã, come meia xícara de feijão no almoço e um peito de frango no jantar. Isso deve ser suficiente para tomar conta do que você precisa consumir diariamente de proteína, correto? Na verdade não é bem assim.

Com uma dieta similar a que descrevemos, você provavelmente está consumindo quase a metade do que é recomendável por dia. E se você não está segura de quantas gramas de proteína precisa por dia, o que a maioria de nós não sabe, como podemos ter uma idéia do nosso consumo e se é apropriado?

Em geral, é recomendável que de 10% a 25% das sua calorias diárias sejam provenientes de proteína. Para adultos entre 19 a 70 anos, mulheres geralmente necessitam cerca de 46 gramas de proteína, enquanto homens precisam de cerca de 56 gramas por dia. Tendo dito isso, é importante mencionar que alimentos ricos em proteína normalmente também contém bastante calorias, por isso pode ser difícil manter a quantia de calorias que você deseja em controle e ainda assim consumir o que precisa de proteína diariamente.

Para ter certeza de que você está consumindo a quantidade apropriada de proteína e ainda assim manter o número de calorias sob controle,leia os rótulos de informação nutricional sempre. Planeje o seu dia e suas refeições para garantir que a sua fonte de proteína seja de um alimento saudável. Aqui vão algumas dicas de alimentos que são ricos em proteína e saudáveis:

  • Escolha cortes de carne ‘magros’ ou corte o excesso de gordura antes do consumo ou preparo
  • Use feijão preto ou carioca ao invés de carnes quando possível
  • Prefira leite e derivados com baixo teor de gordura ou desnatado
  • Use claras de ovos ao invés dos ovos inteiros para um prato com menos gordura e calorias
  • Adicione nozes e sementes nos seus lanches, saladas e refeições. Lembre-se de manter essas porções entre 1 colher de sopa e 1/4 de xícara já que tais alimentos também são ricos em gordura.
  • Incorpore fontes vegetarianas de proteína na sua alimentação como o leite e produtos de soja, lentilhas e ervilhas.

Evite cair na cilada de suplementos protéicos, a não ser que você tenha um acompanhamento com personal trainer ou nutricionista. Se você tem uma saúde boa em geral e incorpora os alimentos mencionados acima na sua dieta, pode tranquilamente tomar conta do que necessita da sua cota diária de proteína.

Mantenha uma boa variedade de frutas e verduras na sua geladeira

 

Uma boa variedade de frutas e verduras garante inúmeros benefícios à sua saúde
Uma boa variedade de frutas e verduras garante inúmeros benefícios à sua saúde

Não basta apenas consumir frutas e verduras diariamente mas estar sempre mudando o que consome! Será que você inclui uma boa variedade de frutas e verduras na sua alimentação para garantir o máximo de benefícios?

Cada verdura tem sua função especial no nosso organismo e traz benefícios únicos à sua saúde. Muito provavelmente, mesmo que você esteja consumindo uma boa quantidade de verduras, o seu corpo não está recebendo uma variedade adequada de nutrientes. Isso se dá porque cada verdura tem uma combinação única de nutrientes e vitaminas, minerais e antioxidantes. Realmente vale a pena dar uma variada no que você come!

Hoje faça um esforço extra para dar uma passadinha no supermercado, feira ou hortifruti perto da sua casa e compre uma verdura que você nunca experimentou antes (ou algo que você não tenha preparado há muito tempo). Se você tem dificuldades em encontrar algo novo experimente ir à um supermercado ou loja de alimentos especializados em outras culturas, talvez você tenha mais opções dessa maneira!

Uma vez que você comprou a sua verdura busque na inernet uma receita para preparar hoje à noite. Quem sabe essa não será a sua próxima comida favorita? Transforme disto um hábito e sempre escolha uma nova verdura para experimentar quando for às compras.

Conte pra nós: você achou algo de novo? Compartilhe a sua experiência nos comentários!

 

 

Use frutas frescas para adoçar o seu lanche!

Frutas são uma excelente opção de algo doce e saudável!
Frutas são uma excelente opção de algo doce e saudável!

 

Você já passou por aqueles momentos em que simplesmente PRECISA de algo doce? Que tal, algumas vezes por dia? 😉 Ao invés de se render ao chocolate e outros alimentos industrializados que podem estar carregados de calorias, gordura e açúcar artificial, experimente comer uma fruta naturalmente doce!

 Quando se trata da hora do lanche , não há nada melhor do que a primeira mordida de um pêssego super doce ou em um morango suculento! A fruta é o lanche perfeito para a baixa de açúcar no sangue. Ela não só silencia as demandas de algo doce, mas também é doce por natureza e cheia de vitaminas essenciais e antioxidantes.

Sinta-se satisfeita com fibra 

Além de satisfazer os seus desejos de açúcar, ter no seu lanche uma fruta rica em fibras pode ajudar a conter a fome entre as refeições. Se você estiver procurando alguma coisa para manter o apetite durante toda a tarde, experimente uma banana ou maçã.

Escolha frutas frescas, não da lata

Frutas em conserva podem parecer convenientes, mas o xarope (que seja pesado ou leve) acrescenta calorias vazias. Dê preferência à frutas frescas ou busque os rótulos que dizem “sem adição de açúcar” ou “sem aditivos”. Da mesma forma, isso vale para as frutas secas. O processo de secagem concentra os açúcares e o resultado final é um petisco muito rico em calorias.

Preste atenção às porções

A fruta pode não ter a mesma quantia de calorias presente em uma fatia de bolo, mas ainda assim é importante tomar decisões inteligentes sobre tamanho da porção. A pêra, por exemplo, é uma ótima opção para um lanche, que contém cerca de 100 calorias cada. Outras opções que pairam em torno de cem calorias incluem uma xícara e um quarto de mirtilos, duas xícaras de melão, ou 30 uvas.

Calorias VS Grupos Alimentares: o que realmente importa?

Como você lida com os nutrientes na sua dieta? Já ouviu falar do conceito de Volumetria? Aprenda mais a respeito disso:

Exemplo de uma tabela nutricional
Exemplo de uma tabela nutricional

 

Alguns programas de perda de peso fazem com que você fique obcecada com certos nutrientes ou grupos alimentares (por exemplo, gorduras, carboidratos, proteínas). Você já deve ter notado que ContarCalorias não faz isso, e nós sabemos que pode ser bastante confuso para os membros que experimentaram outras dietas no passado.

Por que prestamos tão pouca atenção à diferença entre carboidratos e gorduras ? Quando se trata de perda de peso, macronutrientes ou grupos alimentares simplesmente não são o fator mais importante a se considerar. Ao encher você com cálculos complicados de fórmulas e macronutrientes, outras dietas podem ser quase impossíveis de seguir. Isso simplesmente toma muito tempo e coloca muitas limitações em suas refeições.

Em vez disso, o ContarCalorias se concentra na densidade calórica dos alimentos, ou o conceito de Volumetria comprovado de que você pode comer menos calorias sem passar fome. Você simplesmente tem que comer calorias que lhe fornecem mais saciedade.

Ironicamente, grupos alimentares desempenham um certo papel e efeito na maneira como os alimentos nos satisfazem. Nós só não achamos que você tem que entender todas as diferenças entre os macronutrientes para perder peso. (Confira o desafio de hoje para ver os dois números mais importantes para você)

Vamos discutir os nutrientes mais à fundo à medida em que avançamos no seu programa, mas se você estiver interessado, aqui estão algumas curiosidades para manter o foco e entender melhor:

– Sempre ouvimos que todos os carboidratos são ruins, mas a fibra é um carboidrato e  na verdade nos ajuda a se sentir mais cheias (ou satisfeitas). Só não se esqueça de comer grãos integrais, que não sejam refinados ou industrializados como o pão branco por exemplo.

– A gordura tem 9 calorias por grama, e é por isso que alimentos ricos em gordura são tão altamente calóricos.

– Carboidratos e proteínas têm 4 calorias por grama, enquanto o álcool tem 7 calorias por grama.

Como emagrecer sem dieta

Não gosta da palavra dieta mas quer emagrecer? Esse blog é pra você!

Comer devagar é uma das maneiras de emagrecer sem dieta!
Comer devagar é uma das maneiras de emagrecer sem dieta!

 

Reserve um tempo para as suas refeições
Coloque no seu relógio um contador de 20 minutos durante as suas refeições. Este é um dos principais hábitos para emagrecer sem ter que implementar um plano de dieta complicado. Saboreie cada mordida e as faça durar até que esteja no fim do tempo estabelecido. Pequenas refeições feitas com tempo, sem pressa, estimulam a fabricação de hormônios que promovem a sensação de saciedade no organismo. Quando você devora a sua comida com pressa, seu estômago não tem tempo para dizer a seu cérebro que está cheio. Isso por sua vez, leva à excessos na alimentação.

Dormir mais pesa menos na balança
Dormir uma hora a mais por noite pode ajudar uma pessoa a perder cerca 7 quilos em um ano, de acordo com um estudo da Universidade de Michigan, que se baseou em uma dieta de 2.500 calorias por dia. Este exemplo mostra que quando o sono substitui atividades ociosas, você pode facilmente cortar as calorias em 6%. Os resultados variam para cada pessoa, mas o sono pode ajudar de outra maneira, também. Há evidências de que tendo ao menos 7 horas de sono acelera o metabolismo, fazendo com que você sinta fome com menos frequência.

Coma mais verduras e legumes
Sirva-se de três legumes no jantar hoje à noite, em vez de apenas um. Adicionar maior variedade de frutas e legumes na alimentação é uma ótima maneira de perder peso. O alto teor de fibras e água enche organismo com uma pequena quantidade de calorias. Cozinhe-os sem a adição de gordura e tempere com suco de limão e ervas, em vez de se afogar em molhos ricos em gordura ou aditivos e conservantes.

Sopa pra dentro, peso pra fora!
Adicione uma sopa à base de caldo de carne durante o seu dia e você se sentirá mais satisfeita com menos calorias. Experimente um minestrone, sopa de feijão ou caldo verde. Sopas são especialmente vantajosas no início de uma refeição porque reduzem o apetite. Comece com um caldo de baixo teor de sódio e adicione legumes ou ferva vegetais frescos ou congelados. Cuidado com as sopas cremosas  que podem ser ricas em gordura e calorias.

Prefira grãos integrais
Os cereais integrais como arroz integral , cevada, aveia , trigo sarraceno, e trigo também devem fazer parte da sua estratégia de como emagrecer sem dieta. Eles ajudam a se sentir satisfeita com menos calorias e podem melhorar o colesterol também. Os cereais integrais estão presentes em muitos alimentos, incluindo massa de pizzas, muffins , massas e pães integrais.

Fique de olho na saia justa
Pendure um velho vestido que você ama mas que não cabe mais, saia, ou um jeans em um lugar visível com facilidade em sua casa. Isso mantém o seu foco. Escolha um item que não seja extremamente justo para que você alcance esta recompensa em um tempo relativamente curto. Em seguida, escolha a próxima peça do seu armário e siga para o ataque!

Turbine a sua pizza
Dê aquela turbinada na sua pizza! Inclua vegetais como cogumelos, azeitonas, tomates, epinafre, rúcula, milho, pimentão…faça a sua escolha! Substituindo guarnições mais gordurosas como a calabresa por vegetais e legumes pode eliminar cerca de 100 calorias de sua refeição. Outros truques para ’emagrecer’ a pizza: pegar leve no queijo ou optar por queijo light, e preferir crosta fina ao invés de grossa ou recheada.

Corte o açúcar de bebidas
Substituir uma bebida açucarada como refrigerantes  por água ou água com gás vai eliminar cerca de 10 colheres de chá de açúcar na sua alimentação. Jogue gotas de limão, folhas de hortelã ou morangos congelados na água para adicionar sabor. O açúcar em refrigerantes parece ignorar sinais de saciedade normais no organismo. Um estudo comparou um grupo de pessoas que ingeriu cerca de 450 calorias por dia de doces comparado à mesma quantia em um grupo que tomou refrigerante. Os indivíduos que comeram doces, inconscientemente comiam menos calorias em geral, mas isso não ocorreu com quem tomava refrigerante. Eles ganharam cerca de 5 quilos em quatro semanas.

Beba com inteligência: use um copo alto e magro
Use um copo alto, magro em vez de um curto, largo para cortar calorias líquidas, e perder peso, sem fazer dieta. Você vai beber de 25% a 30% menos suco, refrigerante, vinho ou qualquer outra bebida. Como isso pode funcionar? Sinais visuais podem nos enganar e levar ao menor consumo. Pergunte ao seu amigo barman e ele irá confirmar: o uso de copos altos e magros dá a impressão de maior quantidade, e satisfação.

Essas dicas são fáceis de seguir? Você já pratica alguma delas? Qual é a SUA estratégia para emagrecer sem dieta? Conte pra nós o seu ‘segredinho’! 😉

 

Multivitamínicos, para que servem e quando utilizá-los.

Você já se perguntou alguma vez se deve incluir multivitamínicos na sua dieta? Será que eles substituem a salada de espinafre que você não gosta? Descubra agora!

Você suplementa a sua dieta com multivitamínicos?
Você suplementa a sua dieta com multivitamínicos?

 

O que são as vitaminas e minerais?

Vitaminas e minerais fazem com que o organismo funcione corretamente. Apesar de ingerirmos vitaminas e minerais através dos alimentos que comemos todos os dias, alguns alimentos têm mais vitaminas e minerais do que outros.

As vitaminas se dividem em duas categorias: solúveis em gordura e solúveis em água. As vitaminas solúveis em gordura – A, D , E e K – dissolvem em gordura e podem ser armazenada no nosso corpo. As vitaminas solúveis em água – C e as vitaminas do complexo B (como as vitaminas B6 , B12 , niacina , riboflavina e ácido fólico) – se dissolvem na água antes que o seu corpo possa absorvê-las. Por isso não é possível armazená-las no corpo mesmo quando ingeridas em excesso. Qualquer vitamina C ou B que o seu corpo não usa à medida que passa através de seu sistema é perdida (principalmente na urina). Então você precisa de um novo suprimento dessas vitaminas todos os dias.

Considerando que as vitaminas são substâncias orgânicas (feitos por plantas ou animais), os minerais são elementos inorgânicos que vêm do solo e da água e são absorvidos pelas plantas ou comidos por animais. Seu corpo precisa de quantidades maiores de alguns minerais, tais como o cálcio, para crescer e se manter saudável. Outros minerais como cromo, cobre, iodo, ferro , selênio e zinco são chamados minerais, porque você só precisa de quantidades muito pequenas deles todos os dias.

Os nutrientes essenciais que o corpo necessita podem ser colocados em pílulas, como os multivitamínicos e eles são muito importantes para algumas pessoas, em situações medicamente definidas: quando há deficiência comprovada ou risco de deficiência, por exemplo, quando a capacidade de absorver vitaminas é prejudicada como a doença celíaca ou após uma cirurgia intestinal. Um complexo de multivitaminas pode ser útil para alguns indivíduos que não tem uma dieta balanceada, mas uma pílula de vitamina não podem oferecer a mesma gama de nutrientes que os alimentos podem.

Vitaminas lipossolúveis tendem a se acumular no corpo, assim altas doses de suplementos poderia potencialmente causar toxicidade. Isso pode acontecer com as vitaminas A e D, mas apenas em níveis extremos de ingestão.

O aconselhamento médico é, portanto, não tomar vitaminas extras. Não está claro por que os supermercados e as chamadas ‘lojas de produtos naturais ‘ são autorizados a continuar a vender multivitamínicos sem prescrição. O melhor caminho, sem dúvida , é o de evitar multivitamínicos, e ter uma dieta balanceada para obter uma gama variada de nutrientes através da fonte alimentar. Além do mais, como mencionado antes, vitaminas solúveis em gordura em excesso podem se acumular no organismo e causar problemas para a sua saúde. Consulte sempre o seu médico antes de adquirir um multivitamínico para saber se você realmente precisa de um e qual a quantidade a tomar.

Verdades e mitos do chá verde

Cha verde

Chá verde emagrece? Fazer infusão em casa ou comprar chá verde de caixinha (industrializado) tem o mesmo efeito? Tomar chá verde demais, tem problema? Essas são apenas algumas perguntas que podem vir à tona quando falamos a respeito de chá verde. Aprenda agora um pouco mais a respeito dessa bebida para poder aproveitar os seus benefícios da melhor maneira!

Chá verde emagrece?

Uma das propriedades do chá verde é que ele é um alimento termogênico, o que facilita na queima calórica por elevar a temperatura do corpo. É necessário que você tome ao menos 1 xícara ao dia para obter tais efeitos, não importa se a bebida é quente ou fria, o importante é incluí-la na sua alimentação! Substituir outras bebidas açucaradas e mais calóricas como o refrigerante, por chá verde pode auxiliar também na perda de peso já que o chá não está carregado de calorias. Experimente preparar uma jarra de chá na noite anterior e consumir durante o dia no lugar de sucos e outras bebidas. Além de refrescante ele também é um diurético natural, auxiliando mais uma vez a perda de peso.

Existe diferença entre o chá caseiro e o industrializado? 

Como qualquer outro alimento que passa pelo processo de industrialização o chá pode perder muito do seu poder benéfico durante o processo de industrialização. Busque por marcas conceituadas que preservam as folhas de chá de forma mais natural possível e sempre olhe a data de validade antes do consumo. Se possível, prepare a infusão com folhas frescas e sem ferver a água para manter as propriedades voláteis do chá, abafando o líquido e deixando descansar por alguns minutos antes do consumo. Estudos comprovam que a ingestão de líquidos mornos ou quentes antes das refeições leva as pessoas a consumirem menos calorias…que tal iniciar esse hábito? 😉

Tomar chá verde demais, tem problema?

O chá verde, como o café contém cafeína, porém em menores quantidades. Por isso pode causar palpitação ou ansiedade em pessoas com sensibilidade à este ingrediente. Uma xícara de chá verde contém cerca de metade da quantia de cafeína presente em uma xícara de café, para um indivíduo que não apresenta sensibilidade à cafeína, tomar até 3 xícaras de chá verde por dia pode trazer muitos benefícios sem apresentar nenhum risco à saúde.

Benefícios do chá verde

O chá verde quando consumido regularmente pode trazer muitos benefícios além de auxiliar na perda de peso. Estudos científicos comprovam que suas propriedades antioxidantes ajudam a prevenir o desgaste natural das células do corpo, agindo contra radicais livres presentes em poluição e produtos químicos. Outros benefícios incluem a prevenção de alguns tipos de câncer e uma menor incidência de doença de Parkinson quando comparado à pessoas que não consomem o chá. É importante saber também que, como muitas outras ervas, o chá verde pode interferir com a absorção de alguns medicamentos como certos antibióticos ou anticoncepcionais. Consulte com o seu médico antes de iniciar qualquer plano de alimentação na sua rotina!