Invista no café da manhã para ter resultados em sua dieta

healthy-breakfast

Não é mito, alimentar-se bem no café da manhã é essencial para que a sua dieta seja um sucesso. Saiba o porquê!

Existem muitas razões para que você dê importância ao desjejum, o seu corpo ficou descansando e se restaurando por horas e agora, necessita de nova energia para retomar as suas atividades. Por isso, nem pense em simplesmente pular essa refeição ou somente ‘comer alguma coisinha’. Para que você estabeleça um bom funcionamento do organismo e comece o dia bem, planeje o seu café da manhã com cuidado. Dessa maneira você estará assegurando um plano de dieta e reeducação alimentar indestrutível. Veja algumas vantagens em quebrar o desjejum:

Café da manhã acorda o seu metabolismo

Já sabemos que para conseguir perder peso com a sua dieta de uma maneira eficiente, é necessário manter o seu metabolismo acelerado. Quando você dorme, está em período de jejum por cerca de 8 horas e, se só for se alimentar no almoço poderá ficar até 15 horas sem comer. Dessa maneira o seu metabolismo irá pisar no freio e conservar o máximo de energia possível até que você se alimente novamente, e quando você finalmente comer, é provável que se exceda nas calorias para compensar o longo período de jejum.

Café da manhã lhe dá energia

Estudos científicos mostram que indivíduos que comem pela manhã tem mais energia durante o dia (comparado aos que seguem em jejum), tem menos irritação e estresse, e mais disposição para atividades físicas. Se você tem uma melhor disposição durante o dia, maiores são as chances de que irá dar uma passada na academia ao final do expediente. Para queimar calorias é preciso ter energia!

O que comer?

O tipo de alimentos que você inclui no seu desjejum é tão importante quanto a própria refeição. Para garantir que você se alimente bem e não tenha fome novamente tão rápido termine a última mordida, seguem dicas de quais alimentos você deve incluir na sua dieta e café da manhã. Proteínas magras:  queijos tipo cottage, leite/iogurte desnatado, omelete de claras de ovos são excelentes exemplos de proteínas de qualidade que irão ajudar a restaurar seu nível de energia logo cedo;  e grãos e cereais integrais para garantir que você tenha energia durante toda a manhã, sem altos e baixos, evitando aquele ataque de fome repentino que faz com que você deslize na dieta. O ideal é que você tenha uma combinação desses nutrientes e evitar se alimentar com algo que seja rico em açúcares refinados (o que pode acarretar em irritação e fome depois de um curto período) ou gordura (que lhe faz sentir cansaço, usando a sua energia para metabolizar esse denso nutriente).

Para alcançar resultados e manter hábitos é necessário muita prática, por isso não desanime se nas primeiras tentativas não der certo, faz parte do processo! Faça pequenas mudanças aos poucos, e logo logo essas mudanças serão parte da sua rotina. Mas por hoje, lembre-se : dê atenção ao café da manhã da mesma maneira que planeja seu almoço ou jantar, todas as refeições são igualmente importantes para um bom funcionamento do seu organismo. Boa semana e bom apetite!

Será que seus filhos consomem muito açúcar?

baby soda

Você sabia que hoje é o Dia Mundial da Criança? Seja através dos seus próprios hábitos ou pela maneira que você planeja as refeições das suas crianças, você acha que está oferecendo o melhor para elas? Com um universo imenso de propagandas e marketing muitas vezes enganoso, fica complicado saber o que é na verdade saudável para os nossos pequenos. Leia um pouco mais a respeito do que você deve oferecer às crianças diariamente e o que deve evitar a qualquer custo.

Bebidas

De acordo com o documentário sobre obesidade infantil, Muito Além do Peso dirigido por Estela Renner, cerca de 56% dos bebês brasileiros com menos de 1 ano de idade tomam refrigerantes. Esse dado é no mínimo alarmante, já que inúmeras são as razões para que até um adulto não consuma essa bebida, considerada um dos 10 piores alimentos do mundo. Infelizmente é muito comum observar crianças com bebidas ricas em açúcar ainda na mamadeira, um hábito que além de aumentar o risco da obesidade, danifica também os dentes. Para evitar que isso aconteça é muito importante haver a introdução da água como bebida desde cedo. É evidente que se membros da família têm o hábito de tomar refrigerantes durante as refeições ou quando tem sede, maior a probabilidade de que as crianças, que aprendem observando, irão adquirir esse hábito. Sucos também devem ser evitados em excesso, especialmente os industrializados. Ofereça às crianças frutas ao invés do suco, que muitas vezes vem carregado de corantes e ingredientes artificiais.

Frango não é saudável?

É muito difícil manter a variedade e criatividade quando alimentando crianças, por isso muitas mães usam de alimentos previamente preparados ou semi-prontos. Um dos ítens populares nos cardápios infantis é o nugget de frango, fácil de preparar e certo de agradar às crianças mais exigentes. Porém um fato é certo, esses pedacinhos de frango frito podem conter tanta gordura saturada quanto um hamburguer do Mac e uma enorme quantidade de sódio. Por isso evite oferecer este tipo de alimento em sua casa, deixe para que isso seja somente parte do cardápio em algumas ocasiões, a palavra chave é moderação 😉

Cereais açucarados

Com a invasão de produtos importados no nosso mercado cada vez mais temos opções de cereais para o café da manhã, que muitas vezes são carregados com açúcar. Leia sempre os rótulos nutricionais e a lista de ingredientes para saber exatamente o que está comprando. O primeiro ingrediente citado na lista é o que consta em maior quantidade no alimento, por isso, se você avistar a palavra açúcar logo à frente talvez essa não seja a melhor alternativa para você.

Leia um pouco mais sobre alimentação infantil e aprenda algumas dicas nessa entrevista com a culinarista infantil Thais Ventura, aqui ela fala sobre obesidade infantil e da importância em alimentar bem as crianças. Faça a sua parte, mude seus hábitos para melhorar não só a sua saúde mas também a saúde dos seus pequenos 😉

 

Sua nutrição: será que você come o suficiente para perder peso?

Parece estranho não é? Mas é verdade, é necessário comer para perder peso e hoje lhe explicamos exatamente o que isso quer dizer.

Para a maioria das pessoas o cenário é o mesmo…decide-se mudar de hábitos para emagrecer e, de um dia para o outro, inúmeras mudanças ocorrem. Começa-se uma rotina de exercícios intensiva, quase sempre ao menos 6 dias na semana, e uma dieta extremamente restritiva e sem uma nutrição adequada. Resultado? No mínimo fadiga e frustração, pois a realidade é que perder peso assim é ao menos insustentável. Isso é fato porque, de uma hora para  a outra o seu corpo tem um balanço negativo de energia muito grande devido ao consumo menor de alimentos e o exercício praticado, e isso tem um efeito negativo no seu metabolismo. Veja, o corpo humano é como uma máquina e reage de acordo com o que ‘programamos’; se o ‘sistema’ está acostumado com uma certa quantia de calorias e nutrição e de repente existe um déficit muito grande, ele entra em pane.

Continue reading Sua nutrição: será que você come o suficiente para perder peso?

Celulite, Como Evitar ou Reduzir?

O terror da vida das mulheres, ou ao menos um dos piores pesadelos é a celulite. Quem nunca foi à praia e pediu pra amiga olhar, disfarçadamente, se aparecia algum ‘furinho’ aqui ou alí? Parte da razão de que a celulite existe é genética mas isso não quer dizer que não existem maneiras de minimizar as chances do seu aparecimento ou de tratar o atual quadro.

Não é lenda, mulheres magras também podem ter celulite, e isso se deve à genética que é um dos fatores que influenciam o aparecimento dessas ondulações tão indesejáveis na pele. Elas são um acúmulo de água nas células adiposas (de gordura) em uma das camadas da pele. Outras causas da celulite, ou fibro edema gelóide, são o sedentarismo, má alimentação, fator hormonal e má circulação sanguínea. Tendo dito isso existem sim maneiras de deixar a pele mais lisinha!

Continue reading Celulite, Como Evitar ou Reduzir?