6 superalimentos que queimam gordura

chocolate-market

 

Que tal ouvir a melhor notícia do ano: chocolate é um superalimento que impulsiona o metabolismo. E essa não é a única surpresa agradável que você descobrirá nesse artigo. Enquanto a quantia de calorias pode ser a chave do sucesso (ou derrota) da sua dieta, certos alimentos agem como ingredientes naturais para a queima de gordura. Aqui você vai encontrar a lista de alguns deles e dicas de como incorporá-los em sua dieta.

 

 

 

Superalimentos 
Os alimentos estimulam o corpo a produzir hormônios e alguns desses hormônios podem persuadir o seu metabolismo a queimar gordura, já outros podem torná-lo mais lento e apto a armazenar gordura. Estes seis superalimentos irão acelerar o seu metabolismo e auxiliar a queima de gordura.

Chocolate meio-amargo 

Um estudo descobriu que o consumo diário de cerca de 42g de chocolate meio-amargo por dia reduz o hormônio  do stress, cortisol, e stress tem sido associado a um metabolismo lento. Os cientistas suspeitam que certos compostos do chocolate, como a cafeína e teobromina, podem ser responsáveis por isso. Outra razão para comer um pedacinho de chocolate: chocolate é antioxidante e tem efeito calmante. Aprecie com moderação.

Busque o chocolate que contém pelo menos 70% de cacau – quanto mais escuro, melhor. Polvilhe no seu cafezinho de manhã para um gostinho a mais ou adicione pedaços com nozes e frutas secas para um lanche saudável no meio da tarde.

Ovos

Ovos são uma fonte de proteína perfeita. Eles contêm todos os nove aminoácidos essenciais que o seu corpo precisa para construir tecido muscular. E quanto mais massa magra você constrói, maior o seu potencial de queima de gordura porque é preciso mais calorias para manter a massa muscular do que gordura.

Comece o seu dia com dois ovos mexidos em vez de um pãozinho ou cereal. Ou cozinhe alguns ovos e monte uma uma salada de ovos cozidos com maionese light e  um toque de páprica, escolha um pão de sementes ou integral e voilá!  Você irá se surpreender com o sabor delicioso desse sanduíche.

Sementes de gergelim

Estudos em animais mostram que um composto químico chamado lignanas, presentes em sementes de gergelim, aumentam a queima de gordura através do aumento das enzimas do fígado que quebram a gordura. “Muitos estudos indicam que proteínas e ácidos graxos essenciais aumentam a taxa metabólica, e as sementes de gergelim são carregados com ambos”, explica Christine Gerbstadt, MD, RD, porta-voz da Academia de Nutrição e Dietética. Eles também são uma rica fonte de minerais e fibras.

Torre sementes de gergelim (espalhe-as uniformemente em uma assadeira e coloque no forno médio por cerca de 15 minutos ou até dourar), e use-as em saladas, para polvilhar em legumes, frango, peixes e sopas. Espalhe tahine (pasta de gergelim) no aipo ou pão e busque pães integrais com sementes de gergelim.

Vitaminas

Adicione um pouco de whey protein na sua vitamina para colocar o seu metabolismo pra trabalhar. Novas pesquisas sugerem que esta substância desencadeia hormônios da saciedade, incluindo a colecistoquinina, que envia ao seu cérebro o sinal de satisfação. Além disso, whey protein contém o aminoácido leucina que trabalha com o fortalecimento muscular. Quando você está perdendo peso, a ingestão de proteínas de whey podem ajudar a reduzir a perda de massa muscular magra, o que mantém o seu metabolismo acelerado.

Suplementos de proteína em pó, ou whey protein não precisam ser só adicionados à vitaminas. Misture uma colher no seu iogurte ou adicione à receitas de bolos quando estiver misturando os ingredientes secos.

Pimentão amarelo

Muitas pessoas tem deficiência em Vitamina C sem saber, e uma porção de pimentão amarelo provém cerca de 341 miligramas, quase três vezes e meio o valor em uma laranja grande. O corpo precisa de vitamina C para produzir uma molécula chamada carnitina, que ajuda os músculos a usarem a gordura para produzir energia e, por sua vez, estimula o metabolismo. Certamente, pessoas com níveis mais elevados de Vitamina C no sangue apresentam um IMC menor e menos gordura corporal, de acordo com um estudo publicado no Journal of Nutrition.

Tiras de pimentão amarelo cruas com pasta de grão de bico (hummus) são uma ótima pedida para um lanche ou aperitivo. Ou adicione pimentão em suas saladas para uma textura mais crocante e sabor delicioso.

Amendoins

Essa leguminosa não só é repleta de fibras que ajudam a manter a saciedade, elas podem lhe ajudar a queimar calorias também. Amendoins induzem uma resposta térmica forte, o que significa que o processo de digeri-los realmente queima calorias. Um estudo publicado na International Journal of Obesity e Distúrbios Metabólicos, descobriu que quando pessoas consumiram 500 calorias provenientes de amendoins por dia, durante 19 semanas, a sua taxa metabólica de repouso aumentou 11%, mesmo sem exercícios.

Porém tenha cuidado e não abuse, os amendoins são altamente calóricos. Mantenha um estoque em sua bolsa para um lanchinho rápido (cerca de duas colheres de sopa, por dia), ou prepare um sanduíche de pasta de amendoim com essa receita fácil e rápida.

Água

Quer perder 3kg a mais por ano? Tome dois copos de água antes do café da manhã (você pode tentar fazer isso antes de qualquer refeição). As pessoas que fizeram isso em um estudo recente na Universidade Virginia Tech, consumiram uma média de 75 calorias à menos no café da manhã, comparadas as pessoas que não tomaram a água. “A água agiu como um aperitivo sem calorias”, diz a autora do estudo, Brenda M. Davy, PhD, RD. “Encheu o estômago dos participantes, que relataram menos fome um pouco antes de comer.” Outra pesquisa sugere que a água estimula o metabolismo, porque o seu corpo tem de usar energia para elevar a temperatura da água ingerida e balancear com a temperatura interna do organismo. Por isso, sempre que possível, prefira a água gelada!

Como se alimentar para garantir a perda de gordura

 

Inclua gorduras saudáveis na sua alimentação como o abacate, linhaça e peixes.
Inclua gorduras saudáveis na sua alimentação como o abacate, linhaça e peixes.

 

Você provavelmente já ouviu de nós aqui mesmo de que é necessário comer para perder peso. Hoje iremos falar um pouco mais a respeito de certos alimentos que não só irão trazer benefícios à sua saúde mas irão lhe ajudar a perder gordura.

Comer gordura para perder gordura

Parece loucura, por que alguém em sã consciência comeria gordura para perder gordurinhas? Bom, tudo é uma questão de química e de como os nutrientes reagem no nosso organismo. Mas para manter o papo sem parecer uma aula de colegial, vamos lembrar que existem gorduras boas e gorduras ruins. As gorduras ruins se alojam no sistema circulatório causando inúmeros problemas de saúde e se agarram aos seu quadris, coxas, barriga e todas as áreas onde você menos quer a sua presença. Já as gorduras boas são essenciais para a sua saúde, particularmente os ácidos graxos essenciais não podem ser produzidos independentemente no nosso organismo e por isso dependem da sua dieta! Mas como exatamente esses nutrientes lhe ajudam a perder gordura? Continue lendo!

Gorduras são essenciais

Como citamos anteriormente, os ácidos graxos essenciais não podem ser produzidos naturalmente no seu organismo mas o corpo depende deles para funcionar propriamente. Caso você não esteja consumindo esses nutrientes seu organismo continuará enviando sinais de ‘fome’ ao seu cérebro até que você consuma a quantia necessária para encher o tanque. Esse cenário pode ser traduzido em um típico ataque de gula. Por isso, inclua ômega-3 (salmão e óleos de peixe) e ômega-6 (soja, milho, girassol) na sua alimentação para manter as rédeas no apetite.

Gordura te faz feliz

Estudos confirmam que nossas papilas gustativas podem detectar a diferença entre alimentos de gordura integral e alimentos com baixo teor de gordura. E isso simplesmente resulta em uma dieta com menos sabor e, muitas vezes, uma pessoa tentando seguir a dieta mas infeliz.  A gordura não só adiciona sabor ao alimento, em particular gorduras de ômega-3 aumentam níveis de serotonina (hormônio do bem-estar e felicidade) no cérebro, ajudando a melhorar o seu humor. Que tal uma dose de bom-humor como acompanhamento para o seu almoço?

Gordura constrói massa magra

Também já citamos aqui como massa magra queima mais calorias do que gordura no organismo. Por isso, se você quer queimar calorias mesmo durante o sono, reserve um tempo de musculação no seu treino periodicamente. A gordura ômega-3 estimula a formação de tecido fibroso em adultos e diminui o efeito de perda de massa magra durante o envelhecimento.

Gorduras mantém a saciedade

Ácidos graxos monoinsaturados (óleos vegetais, nozes, sementes, azeitonas) ajudam a estabilizar níveis de açúcar no sangue. Além disso esse nutriente não é digerido rapidamente no organismo o que significa que você se mantém saciado por mais tempo. Estudos comprovam que dietas ricas em tais alimentos têm mais sucesso em promover a perda de peso e mantê-lo a longo prazo.

Gorduras são precursoras de hormônios de perda de gordura

As gorduras ajudam a transportar e assimilar as vitaminas lipossolúveis. Estas vitaminas, como a vitamina D, são necessárias para a formação de hormônios da perda de gordura, como a testosterona, o hormônio do crescimento, e o hormônio da tiróide.

Não só isso, mas a maioria dos alimentos com gordura de origem animal também contêm colesterol, que é o que é feito a partir de testosterona. Uma dieta rica em gordura certamente aumentará os níveis de testosterona no organismo.

Gordura é necessária para o transporte de vitaminas lipossolúveis

Gorduras ajudam no transporte e assimilação de vitaminas lipossolúveis. Essas vitaminas são necessários para muitas das funções importantes do corpo.

As vitaminas A, D, E e K, desempenham papéis específicos no corpo, mas também tem um efeito sinérgico na perda de gordura. Por exemplo, a vitamina E protege os ácidos graxos essenciais de serem danificados, e estudos mostram que AGE auxiliam na perda de peso.

Vale lembrar que, apesar de gorduras serem essenciais para um ótimo funcionamento do organismo e auxílio à perda de peso, elas são altamente calóricas. Use de moderação e bom senso. Enquanto 1 grama de carboidratos ou proteína possui 4 calorias, 1 grama de gordura provém 9 calorias.

 

 

É possível perder células gordurosas?

 

Será que é possível queimar células gordurosas?
Será que é possível queimar células gordurosas?

 

O consenso geral de poder ou não perder as células de gordura é de que isso não é possível. Muitos acreditam que é possível aumentar o número delas, mas você nunca pode perdê-las. A teoria é de que, como as células de gordura estão repletas de gordura ao longo do tempo, elas se tornam tão grandes que eventualmente dividem-se e aumentar em número. O senso comum também diz que, infelizmente, depois de ganhar as células de gordura, você nunca pode perdê-las. Ao invés, elas apenas diminuem de tamanho. Será que isso é realmente verdade? Bem, sim e não. Veja só:

 

Você pode diminuir as células gordurosas?

Sim, você pode diminuir as células de gordura. Você também pode aumentar as células de gordura. Depois de atingir a idade adulta, o número de células de gordura que você tem mais ou menos permanece o mesmo. Quando você ganha uma grande quantidade de peso, essas células de gordura aumentam de tamanho. O oposto é verdadeiro quando você perde muito peso, elas encolhem.

Acredite ou não, o nosso corpo precisa de gordura. Quando reduzimos a quantidade de gordura em nossas células a baixos níveis (baixo percentual de gordura corporal), nossas células de gordura enviam sinais para serem preenchidas novamente. Esta é uma das principais razões por que é tão difícil manter um baixo percentual de gordura corporal.

Hormônios como a leptina e estrogênio são liberados pelas células gordurosas, e elas orientam o corpo à comer  para se preencherem novamente. Mesmo que esta seja sempre uma batalha em manter esses níveis de gordura corporal baixos, você ainda pode encolher suas células de gordura e ser magra, no entanto, se você quer perder as células de gordura, essa já é uma história totalmente diferente.

Você pode perder as células gordurosas?

Esta é a parte em que muitos erram. Sim, você pode perder as células de gordura. Você não nasce com um determinado número de células de gordura. Em vez disso, as células de gordura aumentam ao longo da infância até a idade adulta. Depois de atingir a idade adulta, o seu número de células de gordura permanece mais ou menos constante. Um estudo sobre a dinâmica de rotatividade de células de gordura mostra que:

O número de células gordurosas permanece constante na vida adulta em indivíduos magros e obesos, mesmo após a perda de peso acentuada, indicando que o número de adipócitos é definido na infância e adolescência.

Isso não quer dizer que você tem as mesmas células de gordura que você tinha desde a infância. As células do seu corpo estão constantemente morrendo e  se regenerando. Se nunca tivéssemos perdido as células de gordura desde a infância, teríamos basicamente encontrado a fonte da juventude. Infelizmente, as nossas células morrem à medida em que envelhecemos. Quando se trata de células de gordura, eles simplesmente se regeneram.

Aproximadamente 10% das células de gordura são renovados anualmente em todas as idades e níveis de índice de massa corporal em adultos. Se o número de células de gordura aumenta a partir da juventude e permanece o mesmo desde então, devemos focar em prevenção de obesidade em uma idade jovem. Infelizmente, a obesidade infantil está se tornando um grande problema e que só irá causar problemas maiores à medida que envelhecemos.

Quanto mais células de gordura você tem, mais difícil é perder gordura. Não deixe que isso lhe desanime. Qualquer um pode encolher suas células de gordura e emagrecer se eles fizerem o esforço, se exercitarem e comerem direito. Lembre-se, a gordura é o que preenche as células de gordura. Você ainda pode perder a gordura e diminuir as células.

O que você acha? Você já teve uma experiência em que teve maiores dificuldades em emagrecer logo após ganhar peso?

Como se livrar de pneuzinhos e gordura localizada!

Está na hora de dizer adeus à gordura localizada!
Está na hora de dizer adeus à gordura localizada!

 

Então você quer saber como se livrar dos pneuzinhos e outras áreas de gordura localizada. Você perdeu um pouco de peso, mas esse punhado irritante de gordura que paira sobre os lados de suas calças simplesmente não vai embora. Você não está sozinha na sua frustração, este é um problema muito comum.

 

 

Gordura Localizada: acontece nas melhores famílias

Você pode ter notado que certas áreas do seu corpo têm uma maior tendência em armazenar gordura. Essas áreas tendem a ser a sua parte inferior das costas, pneuzinhos, bumbum, quadris e coxas. Essas mesmas áreas de gordura também são difíceis de se livrar. A gordura localizada é teimosa e difícil de eliminar. A verdade é que existem razões pelas quais essas áreas específicas de gordura apresentam uma dificuldade maior para serem exterminadas.

A maneira como você armazenar a sua gordura é altamente dependente de um par de razões diferentes. Alguns dos motivos estão relacionados com o seu sexo e genética. Mas, mais especificamente, é a proporção diferente de hormônios que homens e mulheres têm. Os dois hormônios sexuais que influenciam a disposição de gordura são a testosterona e o estrogênio. Sua proporção de testosterona e estrogênio vai exercer uma grande influência em como você armazena gordura em seu corpo.

Porque é que a gordura localizada é diferente?

Então, nós apenas armazenamos nossa gordura em lugares diferentes ou há realmente algo diferente sobre este tipo de gordura? Existem algumas diferenças muito importantes na verdade. Seu tecido adiposo contém dois receptores principais: alfa e beta. Os beta- receptores são os receptores do bem. Estes receptores aumentam o metabolismo da gordura e também aumentam o fluxo de sangue para dentro das células adiposas. Por outro lado, os alfa -receptores inibem o metabolismo da gordura e provocam uma diminuição do fluxo de sangue no tecido gorduroso. O fluxo de sangue é muito importante quando se trata de perda de gordura. A corrente sanguínea dá carona para muitos dos hormônios e nutrientes necessários à células para que a queima de gordura (lipólise) aconteça. Quanto Menos fluxo de sangue para as células de gordura, menos perda de gordura.

Seus pneuzinhos e outras áreas de gordura localizada tem uma maior proporção de alfa-receptores para beta-receptores, até 10 vezes mais. O que isto significa é que uma dieta normal e exercício teria sucesso na mobilização de reservas de gordura, porém ele falha (ou pelo menos faz com que seja mais difícil) em se livrar de pneuzinhos e outras gorduras localizadas.

Livre-se de pneuzinhos

É importante notar que a melhor maneira de lutar contra essas ‘áreas de alta tensão’ é impedi-los de que se formem em primeiro lugar. Mais do que provável, essa gordura localizada é resultado de um aumento anterior de peso. Quando você ganha peso o balanço de testosterona e estrogênio começa a mudar em favor do estrogênio. Isso ocorre porque as células de gordura produzem estrogênio. Quanto mais gordura que você tem, mais estrogênio é produzido. Como você pode imaginar, este processo pode ficar fora de mão se não for tomado o controle de início. E uma vez que você tem uma grande quantidade de gordura em seu corpo torna-se muito mais difícil de perdê-lo, mas certamente não é impossível!

Se for esse o caso, a melhor maneira de lutar contra o alojamento de gordura é trabalhar para melhorar a sua sensibilidade à insulina. Sua sensibilidade à insulina está relacionada com a quantidade de gordura que você mantém em seu corpo. Pessoas com melhor sensibilidade à insulina tendem a ter seus corpos mais magros. A insulina é o hormônio mais poderoso que aje no armazenamento de gordura do seu corpo. Você precisa controlá-la se você quiser se livrar de pneuzinhos.

Uma estratégia que nunca vai funcionar para se livrar de pneuzinhos é o exercício. Você não pode reduzir gordura localizada dessa maneira. Na verdade, se você estiver indo à academia para sobrecarregar seus oblíquos na esperança de que vai perder gordura nessa área, isso irá fazer com que essa área simplesmente apareça mais. O músculo vai crescer a partir dos exercícios de estímulo, mas a gordura vai permanecer a mesma, fazendo com que a área seja mais pronunciada. Isso não é algo que você deve ficar se estressando a respeito, e você certamente não deve parar de malhar, mas é importante notar que você está fazendo abdominais em vão tentando se livrar da gordura abdominal.

Para concluir, você não está sozinha na sua frustração em se livrar de gordura localizada e pneuzinhos. Mas através de um regime de tratamento com foco na prevenção, melhorando a sua sensibilidade à insulina, paciência e consistência, você dá a si mesma uma chance de lutar para perder essa gordura teimosa. Ela acabará por ir embora, mas você tem que manter o foco com uma alimentação saudável e exercício intenso. Seja paciente e consistente mais do que qualquer coisa, e você vai notar que lentamente as gordurinhas começam a ir embora.

Comer à noite engorda?

Será que comer à noite engorda como dizem?
Será que comer à noite engorda como dizem?

 

Será que comer tarde da noite engorda?

É ruim para a dieta comer à noite? Será que engorda comer depois de 19:00hrs? Estas são apenas algumas perguntas que as pessoas têm quando se trata de planejar o seu programa de perda de peso.

 

 

O importante é balancear as calorias

A coisa importante a lembrar quando se trata de perda de peso é o equilíbrio calórico. Quando ingerimos mais calorias do que queimamos, ganhamos peso. Não importa se você come todos os seus alimentos em uma refeição, ou se você acorda no meio da noite para comer. Se você comer mais calorias do que você queima, você vai ganhar peso. O oposto também é verdadeiro. Se você queimar mais calorias do que você come, você vai perder peso. Como mágica não é? 😉 Não importa se você come uma, duas, ou dez refeições por dia. A perda de peso se resume ao equilíbrio de calorias.

Por outro lado , o nosso objetivo não é perder peso. Nosso objetivo é perder gordura. O que você come e quando você come pode afetar a sua composição corporal . Então, como tudo isso se relaciona a comer tarde da noite ?

Leia mais sobre a diferença entre perda de peso e perda de gordura.

A chave para comer a noite sem engordar e maximizando a perda de gordura, é manter a ingestão de carboidratos a um nível mínimo. A razão para isso é porque os carboidratos aumenta seus níveis de açúcar no sangue. Quando o açúcar no sangue fica muito alto, a insulina é liberada a fim de armazenar o excesso de glicose no sangue. O problema com isto é que, quando a insulina é alta, o hormônio do crescimento é baixo, e vice-versa. Estes dois hormônios poderosos são inversamente correlacionados.

Potencialize a ação do hormônio do crescimento à noite

Queremos que o nosso hormônio do crescimento (GH) seja capaz de fazer o seu trabalho durante a noite. Lembre-se, os dois momentos em que GH é mais elevado é depois de um treino de alta intensidade e enquanto você está dormindo à noite. Se comermos uma refeição rica em carboidratos logo antes da hora de dormir, a capacidade do nosso corpo em liberar este hormônio de perda de gordura poderoso será inibida.

Se você quiser comer à noite, o que é perfeitamente aceitável, tente fazê-lo com que seja uma refeição rica em proteína, gordura e baixa em carboidratos. Esta deve ser uma refeição sólida, nada de shakes. Você precisa que esta proteína seja metabolizada lentamente durante a noite. O alimento sólido tem essa característica. Se você adicionar um pouco de gordura saudável nesta refeição, ela retarda a absorção dos nutrientes e metabolismo ainda mais. E se você realmente quer ter a refeição noturna perfeita, adicionar alguns vegetais verdes saudáveis. Esses vegetais contém poucos carboidratos porém são ricos em nutrientes e fibras. É a fibra que vai retardar a digestão e índice glicêmico (IG) da sua alimentação ainda mais.

Aqui estão apenas alguns exemplos de alimentos que você pode comer à noite

Carne , brócolis e nozes
Ovo, omelete de espinafre
Frango e salada de espinafre com molho de azeite e vinagre
Carne, aspargos e 1 colher de sopa de óleo ômega 3 (ácidos graxos essenciais)

Todas estas refeições seguem o princípio básico em incluir uma proteína magra, uma gordura saudável, e um carboidrato rico em fibras. Isto irá manter um bom suprimento constante de proteína para o seu organismo que irá auxiliar a reconstruição de tecido muscular enquanto você dorme. Essa refeição irá fornecer ácidos graxos essenciais para uma boa saúde geral, e vai te dar vegetais ricos em nutrientes para suprir seu corpo com todos os nutrientes que necessita para funcionar de forma melhor possível. Isso tudo ao mesmo tempo em que mantém os níveis de insulina baixos para evitar o armazenamento de gordura e colocando o seu corpo em um estado hormonal ideal para perder gordura e construir músculos enquanto você dorme.

É ruim para comer à noite? Engorda? Absolutamente não. Basta estar consciente do que você está comendo. Seu corpo precisa de nutrientes para funcionar o melhor possível, especialmente quando você está dormindo. Você está prestes a passar por um período de 8-12 horas sem alimentos. Este é o seu tempo de recuperação. Seja inteligente e dê ao seu corpo o que ele precisa para queimar gordura, mesmo enquanto você dorme 😉 

Beber água pode ser o segredo para perder gordura

Que tal beber água para perder gordura?
Que tal beber água para perder gordura?

 

Benefícios em beber água

Por que a água é tão importante para a perda de gordura? Primeiro, vamos olhar para o papel que ela desempenha em nosso corpo. A água compõe cerca de 70% do nosso corpo, e os nossos órgãos contém uma porcentagem ainda maior de água. O fígado, por exemplo, é cerca de 95% de composto de água. A água transporta nutrientes por todo o nosso corpo e o ajuda a se livrar de toxinas. Ela ajuda a assimilar as vitaminas solúveis em água, e regula a temperatura do nosso corpo. Água lubrifica as articulações, ajuda a digestão , e promove a saúde da pele. Existem inúmeros benefícios para tomar água para listarmos. Ela desempenha um papel em todas as reações químicas dentro das nossas células.

Água reduz a retenção de líquidos no corpo

Quando o corpo não recebe água suficiente, ele se agarra no que tem disponível. A retenção de água é  resultado de desidratação. Este é um mecanismo de sobrevivência orgânico e simples. Seu corpo tem uma tendência a se apegar e armazenar o que acha que pode faltar no futuro. Uma vez que você começar a beber mais água, o corpo reconhece que está recebendo uma alimentação externa constante, e ele começa a soltar o peso da água que está segurando. Essa retenção de água em sua cintura, rosto, tornozelos é liberada porque não há mais uma razão para o seu corpo em armazenar esses fluídos.

Água torna o seu organismo mais eficiente em queimar gordura

Você se lembra do fato que citamos anteriormente, de que o seu fígado é quase 95 % de água? Não é possível enfatizar o quão importante o seu fígado é para o seu corpo. O fígado decompõe toxinas e as remove do corpo. Ele armazena vitaminas lipossolúveis. E o mais importante para o propósito deste artigo, ele tem um papel enorme em metabolizar carboidratos, proteínas e especialmente gordura. Seu fígado é responsável por quebrar ácidos graxos e transportá-los para o sangue a fim de serem metabolizados.

O que é que a água tem a ver com o fígado? Com0 o fígado é tão importante para a oxidação de gordura, é imperativo que nós o mantenhamos funcionando com 100% de eficiência. Quando você não bebe água suficiente, os rins, que também são responsáveis ​​pela eliminação de toxinas e resíduos, não podem funcionar plenamente. Como resultado, o fígado tem que pegar a folga. Se o seu fígado tem que trabalhar o dobro para eliminar toxinas, o metabolismo da gordura não vai ser capaz de funcionar de uma maneira 100% eficiente.

Estudos têm demonstrado que apenas desidratação leve pode afetar enormemente o desempenho do exercício. Às vezes, estar hidratada é a diferença entre conseguir terminar as duas últimas repetições, colocar peso extra de 5kg, ou correr o seu quilômetro 30 segundo mais rápido. Pode não parecer muita diferença, mas este treino que você conseguiu terminar com melhor eficiência por estar hidratada pode ser o que você precisa para restituir músculo, e perder gordura, mesmo enquanto você descansa.

Quanta água você deve beber para perder peso?

Portanto, verifique se você está bebendo água o suficiente para sustentar suas metas de perda de gordura. Tente tomar ao menos  1 litro de água por dia. Se torna mais fácil encher uma jarra de 1 litro de água , e beber durante o dia. Isso pode parecer muito, mas é cerca de apenas 8 copos de água.

Se você beber um copo em cada uma de suas cinco refeições você só tem mais alguns copos a mais para beber ao resto do dia. Você pode não ter muita sede no início, mas como o seu corpo começa a eliminar fluídos com tempo, você vai perceber que tem sede com mais freqüência.

Adicione um limão, ou uma fatia de laranja para a sua água se precisar de algum sabor. Apenas certifique-se que você está bebendo o suficiente do líquido mais importante do mundo 😉

O mito em perder gordura localizada

Para perder gordura localizada não basta fazer flexões
Para perder gordura localizada não basta fazer flexões

 

Essa é a verdade nua e crua: não há tal coisa como a perda de gordura localizada. Se você quiser ver o seu abdomen ‘chapado’, fazer 500 mil flexões (e nada mais) não vai te levar ao tão sonhado tanquinho. Quer pernas torneadas? Puramente exercícios de perna não vão resolver também. Braços? Pois é… você já sabe: não vai rolar!

 

Perda de gordura é sistêmica

Seu corpo não descrimina de onde ele puxa suas reservas de energia (gordura). Está constantemente mobilizando e armazenamento gordura, em todo o seu corpo, em todos os momentos do dia.

Padrões de armazenamento de gordura são diferentes de pessoa para pessoa. Há uma série de fatores que influenciam onde você armazena a maioria de sua gordura. Um fator que exerce influência sobre este armazenamento são os seus níveis de hormônios e genética. Sua proporção de testosterona e estrogênio e a sensibilidade do seu corpo à insulina desempenham um grande papel no qual você armazena gordura. Além disso, o fato de você ser um homem ou mulher desempenha um papel nesse armazenamento também. Este padrão de armazenamento tem muito a ver com as diferenças de hormônios em nossos corpos para sexos diferentes.

Porque você não pode atacar a gordura localizada? É fisiologicamente impossível!

Durante treinos e rotinas de exercícios, os hormônios e enzimas responsáveis ​​pela perda de gordura são liberados na corrente sanguínea. Em poucos segundos e alguns batimentos cardíacos essas enzimas se dispersam ao longo de todo o corpo. Por exemplo, você começa a fazer abdominais com a esperança de que a gordura do pneuzinho seja usada. Em vez disso, em resposta a um músculo que está sendo engajado, o corpo percebe uma demanda por energia, e começa a liberar hormônios de mobilização de gordura. Esses hormônios, que estão agora em todo o corpo em segundos, começam a puxar energia (gordura) de todo o corpo.

Se parece que você está acumulando gordura no abdômen ou bumbum, mas parece perdê-la em qualquer outro lugar, isso é apenas uma ilusão. Você está realmente perdendo gordura em todo o corpo, mas os resultados tendem a aparecer nas áreas onde detêm a menor quantidade de gordura. Lembre-se, como explicado anteriormente, todo mundo tem um padrão diferente de gordura e como à detém no seu tecido adiposo. É por isso que é imperativo que você esteja fazendo testes de gordura corporal freqüentemente durante todo o seu programa de perda de peso. Quando você usa pinças de gordura corporal esta será a prova que você precisa de que a gordura está realmente sendo eliminada dessas áreas mais difíceis.

Como você perder a gordura da barriga?

Se você quer perder gordura abdominal você precisa iniciar um programa equilibrado de exercícios e de nutrição. Você precisa colocar o seu corpo em um estado hormonal balanceado para que possa mobilizar as suas reservas de gordura. Como você pode fazer isso?

Sua dieta deve ter um déficit calórico, e isso precisa ser focado em torno de melhorar a sua sensibilidade à insulina, para que os hormônios de mobilização de gordura no seu corpo possam começar a circular na corrente sanguínea. Ao tempo de que a sua sensibilidade à insulina melhora, o seu organismo precisa cada vez menos insulina para transportar a glicose a partir de carboidratos (e proteínas) em suas células. Com os níveis de insulina baixando, seu corpo é então, capaz de liberar ácidos graxos. Ele não pode fazer isso quando os níveis de insulina são altos, já que a insulina é um hormônio de armazenamento.

Seu programa de exercícios deve ser focado em utilizar movimentos compostos que irão desafiar o seu corpo inteiro. Use exercícios que ativam o maior número de fibras musculares possível. Não tenha medo de testar seus limites físicos (quanto à intensidade). Logicamente, se houver dor respeite os sinais do seu corpo e pegue mais leve. Mas no geral experimente se exercitar com uma alta intensidade, e não se preocupe tanto com a zona de queima de gordura.

Agora que você sabe mais sobre o mito de queimar gordura localizada, e porque isso que é fisiologicamente impossível, pare de planejar seus exercícios em torno de onde você quer perder gordura. Em vez disso, se concentre em ser consistente, equilibrado, malhar muito, e certifique-se que você está comendo os alimentos certos para colocar seu corpo em um estado de queima de gordura.

Aeróbico ou anaeróbico? O que é melhor para queimar gordura?

 

 

Será que o seu exercício lhe ajuda a queimar gordura?
Será que o seu exercício lhe ajuda a queimar gordura?

Quem aqui vai à academia? A próxima vez que você for lá, dê uma olhada na área de cardio e olhe para as pessoas que estão andando e se mantendo na “fat burning zone” ou “zona de queima de gordura”. Volte aqui depois e deixe o seu comentário mencionando o que essas pessoas têm em comum.

Muito provavelmente eles tem seguido esta rotina de treino por um tempo e se perguntam porque não estão perdendo peso. Bem, vamos dar uma olhada no que o exercício aeróbio e anaeróbio são, e então talvez possamos descobrir o problema.

Exercício aeróbico

O exercício aeróbico é o exercício que normalmente é de baixa intensidade e é feito por um longo período. O exercício aeróbico utiliza principalmente gordura para obter energia. Alguns destes exercícios aeróbicos são atividades como caminhada, corrida leve, andar de bicicleta, ou usar a máquina elíptica.

Agora, alguns destes certamente pode ser usado como exercícios de alta intensidade, se você se puxar bastante, mas mais vezes do que não, eles são usados ​​para ficar em sua zona de queima de gordura.

Exercício anaeróbico

O exercício anaeróbico é tipicamente de alta intensidade e é feito por períodos curtos. A fonte primária de combustível para o exercício anaeróbico é o glicogênio, que é fabricado a partir da glicose (açúcar derivado do carboidrato consumido).

No exercício da sua zona anaeróbia, o seu corpo não é capaz de quebrar os ácidos graxos rápido o suficiente para alimentar o seu treino. Em vez disso, ele usa o glicogênio muscular e estoques de energia como fonte primária de combustível para o exercício anaeróbico.

Alguns exemplos de exercícios de alta intensidade são musculação, corrida e remo. Há muito mais para entender sobre estes dois tipos de exercícios, mas por enquanto, vamos manter o foco no tema.

Exrecício Aeróbico vs Exercício Anaeróbico

A idéia por trás da zona de queima de gordura é que se você se exercitar em uma frequência cardíaca em particular ( em torno de 60-70%), você vai queimar um maior percentual de calorias provenientes de gordura. Isto é fato. Você deve estar se perguntando, então por que isso não é bom se eu estou tentando perder gordura?

Bem, a resposta é muito simples na verdade. Quanto menor a sua freqüência cardíaca, maior o percentual de calorias queimadas virá de gordura. A chave para esta frase é “maior o percentual”.

Você realmente queima o maior percentual de calorias provenientes de gordura enquanto você dorme! Isso mesmo, enquanto você está dormindo! Sua freqüência cardíaca é a mais baixa neste período. Portanto,em teoria , se você acredita na zona de queima de gordura para a melhor perda de gordura, você deveria tentar dormir até perder tudo o que tem de gordura no corpo.

O problema com esse pensamento é que, enquanto você queima um maior percentual de calorias provenientes de gordura, o número total de calorias queimadas é menor. Muito menor. Vamos dar uma olhada em núneros para ter uma melhor idéia do que está acontecendo.

 

Exercício de baixa intensidade ( Aeróbico 60-70% frequência cardíaca máxima)

Total de calorias queimadas 200

Total de calorias de gordura queimadas 120

Percentual de gordura queimada 60%

Exercício de alta intensidade ( Anaeróbico 80-100% frequência cardíaca máxima)

Total de calorias queimadas 300

Total de calorias de gordura queimadas 135

Percentual de gordura queimada 45%

A tabela acima mostra quantas calorias são queimadas durante uma sessão típica 45 minutos de cardio. Como você pode ver, apesar de um maior percentual de calorias provenientes de gordura terem sido queimadas durante o exercício de baixa intensidade, uma maior quantidade de calorias de gordura foram queimadas durante o exercício de alta intensidade.

O mais importante a lembrar durante o exercício é tentar queimar calorias. Quanto mais calorias você queima, mais gordura perde.

E se você ainda não está convencida, pense da seguinte maneira: você realmente acha que as pessoas que não malham tão pesado vão perder mais gordura do que as pessoas que suam a camisa em exercícios de alta intensidade?

Quando o exercício aeróbico é benéfico?

Isso não quer dizer que os exercícios de baixa intensidade não tem o seu lugar na academia. Existem funções específicas para cada tipo de exercício. Sabendo disso, quando você deve fazer o exercício aeróbico?

O problema com o exercício de alta intensidade é que ele é muito exigente em seus músculos e sistema nervoso central. Isso torna difícil para trabalhar em uma intensidade alta por longos períodos de tempo ou em dias consecutivos.

Se você ainda quer queimar calorias extras, este é o momento oportuno para complementar com alguns exercícios de baixa intensidade. Uma caminhada de uma hora vai queimar 300-400 calorias, e isso pode fazer uma grande diferença na sua perda de peso. Tente incluir de 1-3 dias de cardio de menor intensidade entre as sessões de treinamento de força e veja o impacto positivo que esta rotina irá lhe trazer.

Dois outros momentos em que o exercício de baixa intensidade é preferível é quando você tem alguma lesão ou se seu corpo não pode lidar com o impacto do exercício de alta intensidade naquele certo dia.

A moral da história? Se você pode fazer exercícios de alta intensidade, faça-os. Tenha isso como uma prioridade. Estudos após estudos mostram que eles são mais benéficos para perder gordura. Se você já estourou o número de dias que você pode fazer exercícios de alta intensidade, mas ainda quer queimar umas calorias extras, encaixe algumas sessões de exercícios de baixa intensidade na sua rotina.

Será que você é uma falsa magra?

Um corpo magro nem sempre é sinônimo de saúde! Saiba como diferenciar o peso proveniente de gordura e de massa muscular, e como ter um corpo não só magro mas saudável.

Será que você é uma falsa magra?
Será que você é uma falsa magra?

 

Falsa magra é o nome dado para as pessoas que são magras , mas ainda tem uma alta porcentagem de gordura corporal. Por exemplo, comparamos duas mulheres fictícias que pesam o mesmo, mas uma delas tem uma maior percentagem de gordura corporal:

Mulher “A” – 55kg com 25 % de gordura corporal
Mulher “B” – 55kg com 15 % de gordura corporal

Ninguém irá dizer que qualquer uma destas mulheres está acima do peso. No entanto, uma delas tem a composição corporal mais saudável ​​do que o outra, mesmo que elas tenham o mesmo peso.

A mulher “A” é provavelmente infeliz com a sua aparência. Sua cintura, quadris e coxas provavelmente são maiores, e ela mais do que provavelmente não se exercita ou come corretamente. Ela terá muito pouca massa muscular e a grande parte de sua massa corporal é gordura.

A mulher “B” tem um estômago definido. Ela provavelmente se exercita todos os dias, e mais do que provavelmente, ela tem um bom conhecimento sobre nutrição. Ela tem bastante massa muscular e está em boa forma, já que músculo lhe ajuda a queimar mais gordura.

Esta é uma das muitas razões pela qual você não deve se basear na balança quando quer entrar em forma. Neste exemplo ambas mulheres pesam 55kg, mas a mulher “B” tem quase a metade da quantidade de gordura em seu corpo.

Como as pessoas se tornam falsas magras?

Normalmente existem duas principais razões pelas quais isso acontece

Razão 1:

Elas fazem dieta mas não se exercitam. Músculo precisa de estímulo para crescer, especialmente durante a dieta. Se você está ingerindo uma quantidade de calorias abaixo do mínimo necessário para a manutenção e funcionamento do organismo, seu corpo queima tecido muscular para produzir energia. Dessa maneiro você perde músculo ao invés de ganhar. Se você quer perder peso tem que entender a diferença entre perder gordura e tecido magro. E para criar músculos é preciso se exercitar, mesmo que sejam apenas 30 minutos por dia de musculação.

Razão 2:

Elas não consomem calorias suficientes. Tecido muscular precisa de calorias para se manter e aumentar. O músculo está constantemente queimando calorias para você, mesmo enquanto você está lá sentada assistindo TV. Por isso entenda que é imperativo que você faça o que for necessário para manter tecido muscular durante a dieta, o que pode significar aumentar a quantidade de calorias que você ingere.

Comer muito poucas calorias coloca seu corpo em um estado altamente catabólico. Quando você come menos calorias do que precisa os mecanismos de fome do seu corpo entram em ação, e o organismo começa a ‘queimar’ o que é desnecessário para produzir energia. Já que o músculo requer tantas calorias para se manter e não é necessário em grandes quantidades para se sobreviver, seu corpo segura as suas reservas de gordura (energia) e se livra de músculo desnecessários.

Então, se você já se perguntou como alguém pode ser magro e gordo e ao mesmo tempo, esta é a resposta. Com um pouco de orientação qualquer um pode se colocar no caminho certo para alcançar o que realmente quer: a perda de gordura.

Perda de Peso x Perda de Gordura Corporal

Você quer perder peso? Se você respondeu que sim, pense novamente pois pode estar errada! Na verdade o que você está realmente querendo fazer é perder gordura corporal.Qualquer pessoa pode perder peso se não comer, porém estará também perdendo músculo além de gordura, e isto é algo que você tem que evitar.

Aprenda não só a perder peso mas a perder gordura corporal

Aprenda não só a perder peso mas a perder gordura corporal

 

A meta para a perda de peso com sucesso deve ser também de  preservar o máximo de músculo possível, ou possivelmente até mesmo ganhar alguns, enquanto, ao mesmo tempo perder gordura corporal. A sua percentagem de gordura é um indicador certo e lhe mostra se o seu plano está funcionando ou não, por isso não olhe para os números da balança.
Obter músculo é vital para o seu plano de emagrecimento e para a perda de gordura. Os músculos têm essas pequenas potências que queimam gordura chamadas mitocôndrias. As mitocôndrias são usinas celulares que são responsáveis ​​pela produção de energia. É na mitocôndria que a gordura é metabolizada. Existe uma correlação positiva entre a quantidade de músculo que você tem e o número de mitocôndrias. E é lógico que quanto mais mitocôndrias você tem, mais o potencial para queimar gordura também.

Como obter mais mitocôndrias

Como você pode obter mais dessas poderosas células pequenas? Você precisa estar dando o seu corpo um motivo para criar mais delas. Você pode fazer isso através da realização de exercícios de alta intensidade. Outra alternativa é o treinamento com pesos. Com a criação de uma grande demanda de energia acima do que o seu corpo já pode produzir, ele é então obrigado a criar novas mitocôndrias a fim de estar preparado para a próxima vez que seus músculos precisam dessa energia extra.
Um importante fato a respeito dos músculos e a mitocôndria é que eles são um tecido ativo. Ao contrário da gordura, eles precisam de energia constante para manter-se, como ácidos graxos. O que isso significa? Isso significa que seu corpo vai estar queimando gordura em todos os momentos do dia, mesmo enquanto você está dormindo. Sim, é possível queimar gordura em seu sono.

Não se preocupe com o seu peso

Dizer às pessoas para ignorarem o seu peso é mais fácil na teoria do que na prática, isso é certo. Porém não deixa de ser um bom conselho quando se quer perder gordura corporal. Muitas vezes a dieta bem sucedida é sabotado por causa de um número sem sentido em uma balança. A balança não faz nada que não seja medir a força da gravidade sobre o seu corpo. Ela não te diz se as suas roupas cabem melhor, ou se o seu percentual de gordura mudou, para melhor ou pior.

Quando você começar a fazer dieta , é imperativo que você acompanhe o seu progresso utilizando outros métodos de avaliação física além da balança. Você precisa de ferramentas para medir e acompanhar a perda de gordura e alguns métodos são disponíveis para uso hoje em dia. A gordura corporal pode ser medida eletronicamente através de um aparelho que mede a velocidade em que as ondas elétricas atravessam o corpo, ou manualmente através de um dispositivo conhecido como o ‘caliper’, uma espécie de pinça que mede as dobras de gordura no corpo em áreas específicas. Até mesmo uma fita métrica pode ser uma melhor avaliação neste caso, onde você pode medir a circunferência de áreas no seu corpo onde está trabalhando para perder gordura corporal.

Preserve músculo ao perder gordura

Tudo bem então, se o seu objetivo é perder gordura, você precisa se concentrar em preservar massa muscular enquanto perde gordura. As pessoas tendem a sabotar sua dieta comendo muitas poucas calorias e muito poucos nutrientes, resultando em perda de massa muscular. Uma vez que você comece a perder músculo, mais difícil será para você perder gordura. Esta é uma das principais razões por que as dietas falham, logo atrás da compulsão por comer. 

Para evitar a perda de massa muscular , certifique-se que você está seguindo estas orientações básicas: consuma calorias suficientes para o seu tamanho corporal e nível de atividade.  Certifique-se que as calorias são provenientes de frutas, legumes, carnes, leguminosas, leites e derivados e grãos integrais. Coma carboidratos suficientes para suportar o seu nível de atividade. Você pode começar com 150 gramas ao dia e ajustar de acordo com a sua rotina e peso.  Preencha o resto de suas calorias com gordura – gorduras e ácidos graxos essenciais saudáveis.

Certifique-se de se exercitar e dar a seus músculos uma razão para se manterem. Se você não faz exercício, o seu corpo vai se livrar deste músculo desnecessários. Force o seu corpo para preservá-lo e até mesmo cultivá-lo, dando-lhe estímulo constantemente.

Siga essas orientações e você vai alcançar seu verdadeiro objetivo de não só perder peso, mas perder essa gordura indesejada, e mantendo seu músculo bonito e modelado. Qual a sua rotina de exercícios? Deixe-nos um comentário!