O mito em perder gordura localizada

Para perder gordura localizada não basta fazer flexões
Para perder gordura localizada não basta fazer flexões

 

Essa é a verdade nua e crua: não há tal coisa como a perda de gordura localizada. Se você quiser ver o seu abdomen ‘chapado’, fazer 500 mil flexões (e nada mais) não vai te levar ao tão sonhado tanquinho. Quer pernas torneadas? Puramente exercícios de perna não vão resolver também. Braços? Pois é… você já sabe: não vai rolar!

 

Perda de gordura é sistêmica

Seu corpo não descrimina de onde ele puxa suas reservas de energia (gordura). Está constantemente mobilizando e armazenamento gordura, em todo o seu corpo, em todos os momentos do dia.

Padrões de armazenamento de gordura são diferentes de pessoa para pessoa. Há uma série de fatores que influenciam onde você armazena a maioria de sua gordura. Um fator que exerce influência sobre este armazenamento são os seus níveis de hormônios e genética. Sua proporção de testosterona e estrogênio e a sensibilidade do seu corpo à insulina desempenham um grande papel no qual você armazena gordura. Além disso, o fato de você ser um homem ou mulher desempenha um papel nesse armazenamento também. Este padrão de armazenamento tem muito a ver com as diferenças de hormônios em nossos corpos para sexos diferentes.

Porque você não pode atacar a gordura localizada? É fisiologicamente impossível!

Durante treinos e rotinas de exercícios, os hormônios e enzimas responsáveis ​​pela perda de gordura são liberados na corrente sanguínea. Em poucos segundos e alguns batimentos cardíacos essas enzimas se dispersam ao longo de todo o corpo. Por exemplo, você começa a fazer abdominais com a esperança de que a gordura do pneuzinho seja usada. Em vez disso, em resposta a um músculo que está sendo engajado, o corpo percebe uma demanda por energia, e começa a liberar hormônios de mobilização de gordura. Esses hormônios, que estão agora em todo o corpo em segundos, começam a puxar energia (gordura) de todo o corpo.

Se parece que você está acumulando gordura no abdômen ou bumbum, mas parece perdê-la em qualquer outro lugar, isso é apenas uma ilusão. Você está realmente perdendo gordura em todo o corpo, mas os resultados tendem a aparecer nas áreas onde detêm a menor quantidade de gordura. Lembre-se, como explicado anteriormente, todo mundo tem um padrão diferente de gordura e como à detém no seu tecido adiposo. É por isso que é imperativo que você esteja fazendo testes de gordura corporal freqüentemente durante todo o seu programa de perda de peso. Quando você usa pinças de gordura corporal esta será a prova que você precisa de que a gordura está realmente sendo eliminada dessas áreas mais difíceis.

Como você perder a gordura da barriga?

Se você quer perder gordura abdominal você precisa iniciar um programa equilibrado de exercícios e de nutrição. Você precisa colocar o seu corpo em um estado hormonal balanceado para que possa mobilizar as suas reservas de gordura. Como você pode fazer isso?

Sua dieta deve ter um déficit calórico, e isso precisa ser focado em torno de melhorar a sua sensibilidade à insulina, para que os hormônios de mobilização de gordura no seu corpo possam começar a circular na corrente sanguínea. Ao tempo de que a sua sensibilidade à insulina melhora, o seu organismo precisa cada vez menos insulina para transportar a glicose a partir de carboidratos (e proteínas) em suas células. Com os níveis de insulina baixando, seu corpo é então, capaz de liberar ácidos graxos. Ele não pode fazer isso quando os níveis de insulina são altos, já que a insulina é um hormônio de armazenamento.

Seu programa de exercícios deve ser focado em utilizar movimentos compostos que irão desafiar o seu corpo inteiro. Use exercícios que ativam o maior número de fibras musculares possível. Não tenha medo de testar seus limites físicos (quanto à intensidade). Logicamente, se houver dor respeite os sinais do seu corpo e pegue mais leve. Mas no geral experimente se exercitar com uma alta intensidade, e não se preocupe tanto com a zona de queima de gordura.

Agora que você sabe mais sobre o mito de queimar gordura localizada, e porque isso que é fisiologicamente impossível, pare de planejar seus exercícios em torno de onde você quer perder gordura. Em vez disso, se concentre em ser consistente, equilibrado, malhar muito, e certifique-se que você está comendo os alimentos certos para colocar seu corpo em um estado de queima de gordura.

Biotipo e mitos e realidades sobre gordura corporal

 tipos-de-corpo

 

Muito se fala a respeito de gordura corporal mas o que é de fato realidade? Hoje investigamos um pouco mais a fundo alguns dos tantos mitos que estão por aí!

 

Mito 1- Gordura pesa menos do que músculo

Pense na pergunta: o que pesa mais, 1kg de algodão ou 1 kg de chumbo? Não faz sentido não é verdade? O peso é igual para qualquer elemento, 1 quilo é 1 quilo e isso é fato. A diferença está na densidade, gordura é menos densa do que músculo e por isso ocupa mais espaço no nosso corpo. Uma grande diferença também está na quantidade maior de esforço físico que é necessário para queimar células de gordura comparado à massa muscular. É preciso ao menos 30 minutos de atividade física aeróbica constante para iniciar o processo de ‘quebrar’ as células gordurosas no corpo.

 

Mito 2- Gordura na alimentação é ruim

Nem toda gordura é ruim para a saúde. Na verdade, gordura é essencial para o funcionamento do nosso organismo, o importante é incluir na sua dieta gorduras saudáveis como as poliinsaturadas e monoinsaturadas. Leia um pouco mais a respeito da Dieta Mediterrânea aqui, que inclui estes tipos de gorduras. Alimentos termogênicos como chá verde, canela e pimenta ajudam a queimar gordura, inclua-os em sua alimentação!

 

Mito 3- Gordura em qualquer lugar do corpo é igual

O fato é que dependendo da localização da gordura, o risco de doenças cardiovasculares pode ser maior. As pessoas com tendência em reter gordura na parte abdominal do corpo estão também em maior risco de desenvolver a obesidade. Esse fator de origem genética pode ser regulado com exercícios físicos e uma dieta saudável! Não se desanime se esse for o seu caso, Amanda perdeu 40kg em 1 ano, veja aqui essa história que lhe pode servir de inspiração!

 

Mito 4- Abdominal queima barriga

Esse mito em parte não é verdadeiro. De nada adianta você fazer 500 abdominais por dia se a sua alimentação não é saudável e balanceada e para isso é necessário um certo planejamento. Leia aqui como você pode programar a sua alimentação. Além do que, para poder fortalecer o músculo e ter o tão desejado ‘tanquinho’ é necessário diminuir a camada de gordura abdominal, e isso, como já citamos anteriormente, é somente possível através de exercício aeróbico regular.

 

E então? Já se animou pra começar a mudar seu estilo de vida e ter aquele corpo que sempre desejou? Deixe-nos um comentário sobre o que gostaria de ler! 😉