Treino de hoje: Esteira!

Você acha chato caminhar na esteira? Você vai a academia e evita este tipo de exercício? Acha que caminhadas devem ser sempre ao ar livre? Pense bem…

Quando as condições climáticas do dia não estiverem muito legais a esteira pode ser uma alternativa fantástica para o seu treino. O truque consiste em recriar a atividade para imitar condições ao ar livre. Sem obstáculos a sua frequência cardíaca em uma caminhada será menor do que se você estivesse em uma escada rolante. Mas se você “dificultar” um pouquinho as coisas, inclinando a plataforma por exemplo, você pode fazer da esteira uma eficiente forma de treinar suas corridas tal qual fosse executada ao ar livre.

Continue reading Treino de hoje: Esteira!

Dê um gás no seu metabolismo com cardio!

Cardio

Seja correndo vários quilômetros por dia, fazendo spinning na academia toda semana ou subindo e descendo escadas, tudo isso está trabalhando o seu sistema cardiovascular. Mas além de uma camiseta suada, o que mais você está adquirindo de benefícios praticando o cardio? Uma barriga mais sequinha? Quilos à menos? Será que você está se exercitando a quantidade certa de tempo para colher todos os benefícios de saúde que o cardio pode lhe dar?

Hoje exploramos algumas dúvidas comuns à respeito de cardio e como você pode tirar o máximo de vantagem do seu treino.

 

Cardio: colocando o coração pra suar 

O exercício cardiovascular é qualquer tipo de exercício que aumenta o trabalho do coração e dos pulmões. Caminhar, correr e andar de bicicleta são algumas formas comuns de exercício cardiovascular ou aeróbico.

De corrida e caminhada, natação, elíptica cross-training, ciclismo e remo, somente citando alguns exemplos, os benefícios físicos da práticas desses exercícios de cardio são abundantes diz Len Kravitz, PhD, fisiologista sênior para IDEA Associação de Health and Fitness. Alguns benefícios incluem:

Redução do risco de doença cardíaca
Melhoria dos níveis de colesterol no sangue e de triglicérides
Melhoria da função cardíaca
Redução do risco de osteoporose
Massa muscular melhorada
Melhoria no metabolismo

“O Colégio Americano de Medicina do Esporte e do CDC recomenda, para uma boa saúde, que adultos pratiquem 30 minutos de atividade física de intensidade moderada na maioria dos dias da semana”, diz Kravitz, que também é coordenador do Departamento de Ciência do Exercício da Universidade de Novo México. “E, para melhorar a resistência cardiovascular, eles recomendam 20 a 60 minutos de exercícios cardio, de três a cinco dias por semana.”

Agora que você sabe os benefícios em praticar cardio, como começar o seu plano de fitness?

Entre na Zona de queima de gordura 

Para ajudá-lo a tirar o máximo proveito do seu treino de cardio, ajudar o seu coração, aumentar a massa muscular e perder gordura lhe damos algumas dicas.

Para colher todos os benefícios de um treino de cardio, você deve manter o seu treino por ao menos 20 minutos ou mais, o ideal são 30 minutos, em uma programação de cerca de três a quatro vezes por semana.

Mas a técnica não para por aí, é preciso para chegar na zona certa de batimento cardíaco para tirar o melhor proveito do seu treino, que se calcula em calorias e queima de gordura.

A melhor maneira de descobrir se você está queimando a gordura é checando o seu batimento cardíaco no meio do treino e por seis segundos. Adicione um zero ao número que você observar. Este número é a sua frequência cardíaca por minuto.

Em seguida, calcule a sua ‘zona’

Use o número 220, menos a sua idade, em seguida, calcule 70% desse número para achar o número alvo de batidas cardíacas por minuto. Se a sua frequência cardíaca subir acima da marca de 70%, baixe um pouco a intensidade do seu treino, e se estiver abaixo, aperte o passo um pouco mais.

Não é muito boa em matemática? Existem outras maneiras de descobrir a sua zona sem usar uma calculadora.

Você pode simplesmente fazer o teste do discurso: enquanto você está fazendo o exercício aeróbico ou cardio, tente falar uma frase completa. Se você está perdendo o fôlego para terminar a frase você está exagerando, ou se está muito fácil de sair tagarelando, dê uma acelerada! 😉

Quanto aeróbico é preciso para perder peso?

cardio

 

Há uma série de equívocos sobre exercício aeróbico na comunidade de fitness. Existem pessoas que recomendam mais do que uma hora por dia de cardio (aeróbico)  para perder peso, mas existem outras que emagrecem sem nunca fazer um único minuto de cardio. Depois, há outros que dizem que você deve se exercitar apenas na zona de queima de gordura, enquanto outros dizem para treinar na zona de alta intensidade para eliminar gordura. Vamos acabar com a confusão de uma vez por todas. Por favor note que usamos o termo ‘cardio’ para referir à treinos aeróbicos.

Aeróbico é uma ferramenta para perda de gordura

Cardio é uma ferramenta para criar um déficit calórico. Essa é uma informação muito importante. Essa é apenas uma maneira de criar um déficit calórico. Porém vale a pena lembrar que existem centenas de outras maneiras de criar um défict e queimar calorias com exercícios. Musculação, esportes, caminhada são apenas alguns exemplos.

A outra maneira de criar um déficit calórico é através de sua dieta. Perda de peso é um efeito colateral de um balanço energético negativo. Você querer optar por criar esse balanço energético negativo é uma preferência pessoal. Algumas pessoas preferem comer mais e se exercitar mais, enquanto outros preferem comer um pouco menos e praticar bastante aeróbico. No final, as diferenças são insignificantes.

Cardio é bom para o coração!

Sim, exatamente. Isso significa que atividades como treinamento de força, ou musculação quando feito com intensidade, não só irá construir músculos e queimar calorias, mas também irá melhorar o seu sistema cardiovascular.

O que é importante perceber é que um treino aeróbico não significa apenas o padrão de 1 hora de exercício em estado estacionário e em uma frequência cardíaca particular. O treino pode ter uma natureza dinâmica e flexível. Seu sistema cardiovascular não sabe se você está executando ciclismo, escalada, ou levantamento de peso. Tudo o que sabe é o estresse que é colocado sobre ele, e que o estresse pode ser aplicado com praticamente qualquer tipo de atividade.

Dê preferência ao treinamento de força

O maior erro que as pessoas cometem é priorizar cardio ao tentar perder peso. Máquinas de cardio e perda de gordura são como manteiga de amendoim e geléia para a maioria das pessoas. O pressuposto é que você não pode ter um sem o outro.

No entanto, essas máquinas fazem muito pouco para construir músculos. Então, o que acontece é que quando você cria um déficit calórico e começar a perder peso, você tem uma maior proporção de perda de massa muscular para a perda de gordura em relação ao treinamento de força.

Lembre-se, o ideal não é apenas perder peso e sim perder gordura. 20 quilos de perda de peso significa muito pouco se metade deste peso perdido é de massa muscular. Como foi mencionado anteriormente, o treinamento de força irá construir músculos e queimar calorias. Ele também é cardiovascular por natureza e vai fazer muito mais para o seu físico do que a esteira jamais alcançará.

O treinamento de força deve ser o centro de qualquer programa de perda de peso. Dias de treino aeróbico podem ser usados como uma ferramenta para criar um défict de calorias adicional, mas tenha em mente que é apenas uma das muitas ferramentas que você pode usar para atingir esse objetivo.

Faça a menor quantidade de cardio necessário

Quando se trata de perda de peso, menos é mais. Quando o corpo se encontra em um déficit calórico, o organismo já está sob um monte de stress. Ele precisa de calorias e nutrientes que você consome para construir músculos, recuperar-se de exercícios, e para manter as funções do corpo necessárias funcionando de forma adequada.

A maioria de seu déficit calórico deve vir de sua dieta. Uma boa regra de ouro para começar é criar um déficit de modo que 75% de sua redução de calorias seja proveniente de sua dieta e 25% a partir de exercícios. Isso significa que para criar um déficit de 500 calorias, 375 dessas calorias devem ser resultado da sua dieta em comer menos calorias e as outras 125 calorias a cada dia devem ser resultado do aumento da atividade.

É muito mais fácil em todos os sentidos da palavra, comer 1 colher de sopa de gordura a menos cada dia, do que correr 2 km por dia. Cada um irá criar cerca de um déficit de 100 calorias, mas o último fará muito mais estresse sobre o corpo, especialmente em um ambiente hipo-calórico (com restrição de calorias).

Não há necessidade de se matar com aeróbico todos os dias. Isso não é um estilo de vida sustentável para a maioria das pessoas. Em vez disso, escolha um nível de atividade que você seguir pela vida toda. Em seguida, ajuste a sua ingestão de alimentos para alcançar seus objetivos. Se você quer perder peso, coma menos, e se você quiser ganhar peso, coma mais. No fim das contas, é realmente simples assim.

O que comer pós treino!

O que você come pós treino é tão importante quanto o exercício
O que você come pós treino é tão importante quanto o exercício

 Nos dias de hoje é muito importante manter uma alimentação adequada após os treinos para evitar desidratação e desnutrição, isso mesmo, desnutrição pode ser causada também pelo exagero nos exercícios físicos. Nesse artigo nós vamos discutir a importância de alguns alimentos que podem ser consumidos antes ou após os treinos, principalmente após que é quando vai dar aquela fome quase  incontrolável e a maioria das pessoas acaba consumindo mais do que realmente deveria passando a ter dificuldades no emagrecimento.

Se você quiser ingerir algo antes dos exercícios é aconselhável que seja 60 a 90 minutos, mas se for depois o ideal é que seja de 30 a 40 minutos depois. A alimentação vai lhe garantir uma ótima recuperação e alguns são conhecidos por aliviar microlesões causados nos músculos.

Aqui esta a lista de alguns alimentos para incluir após seus treinos e seus benefícios.

1 – Banana, ela contém potássio que é um mineral essencial para o bom funcionamento muscular, ajuda a evitar cãibras, o carboidrato presente na fruta é uma excelente fonte de energia e suas fibras também ajudam na recuperação do organismo.

2 – Canela, é conhecida por acelerar o metabolismo e se combinar com a banana ou whey protein os efeitos serão melhores ainda, pois fornece energia, mata a fome e alivia o desejo por doces, a canela também é conhecida no mundo dos atletas por ajudar a aliviar dores musculares.

3 – Pão integral com pasta de amendoim, essa combinação é ideal para quem quer ganhar massa magra, pois os aminoácidos presentes no pão integral combinados com o da pasta de amendoim formam uma cadeia completa de proteína.

3 – Iogurte grego, esse iogurte possui uma presença de proteína maior do que os normais, principalmente se for o natural sem açúcar e você poderá adicionar frutas como pêra ou maçã.

4 – Smoothies, são bebidas cremosas feitas com frutas, iogurte ou até shakes de whey protein, são uma forma rápida de incluir mais frutas, energia e aliviar o desejo por doces.

5 – Suco isotônico, dependendo do seu treino você vai precisar desse tipo de bebida, é ideal para exercícios de longa duração como corrida, natação ou ciclismo e ajuda a prevenir desidratação e repõe os nutrientes, você pode fazer seus próprios sucos com água de coco ou comprá-los prontos, porém não são adequados para quem terminou uma série de musculação, nesse caso inclua também uma barra de proteína.

Esses são alguns dos alimentos ideais para comer após os treinos, espero que gostem e não se esqueça de acessar o blog EmagrecerCerto.com para mais dicas também.

Como aliviar dores pós-treino

Se você se desanima em malhar só pensando na dor do dia seguinte, não se preocupe. Hoje lhe damos dicas muito simples de como aliviar dores pós-treino!

Como cuidar de dores pós-treino
Como cuidar de dores pós-treino

 

Pense duas vezes antes de sair correndo de uma aula de ginástica e pular o relaxamento. Treinos físicos, mais especificamente musculação, causam pequenos ‘rasgos’ nas fibras musculares, o que eventualmente provoca a hipertrofia ou crescimento muscular. Esse processo é também o que faz com que você sinta dor na manhã seguinte, por isso você pode precisar de alongamento e uma pausa para descansar os músculos. Quando aumentamos qualquer progressão de exercícios muito rapidamente, seja na intensidade, frequência ou duração, sem dar ao seu corpo tempo para se recuperar, deixamos os músculos sobrecarregados e tensos, o que pode levar a problemas como tendinite. Quer saber se seus músculos podem se beneficiar com algumas técnicas para evitar dores pós-treino? Aqui vão algumas dicas para você experimentar:

1. Faça auto massagem com uma bola ou rolinho de espuma
Algumas pesquisas sugerem que apenas 10 minutos de massagem profunda pós-treino melhora a eficácia das células provedoras de energia (mitocôndrias) nas paredes celulares, além de criar um efeito natural de alívio da dor. A massagem também ajuda a diminuir a inflamação.  O uso de uma bola para auto-massagem tem o mesmo efeito, relaxando ‘nós’ musculares.  Tecidos musculares em tensão podem levar ao desequilíbrios em todo o corpo. Massagem também ajuda a trazer de volta o equilíbrio de fluidos para os músculos, e à longo prazo pode aumentar a mobilidade e flexibilidade.

2. Aplicar gelo ou aquecer?
Há muito debate sobre aquecimento e aplicação de gelo. Tensões musculares recentes passam por um estágio de inflamação, e o calor podem aumentar a inflamação. Ao invés é melhor aplicar gelo sobre a área afetada. O gelo é um anti-inflamatório natural e pode ajudar a reduzir a dor muscular tardia (DMT). No entanto, se o gelo não oferece auxílio depois de alguns dias, considere consultar com um profissional para ver se há um problema mais sério.

3. Continue malhando!
Exercício em geral, incluindo cardio de baixa intensidade, como caminhada ou uma corrida leve, não causa nenhum efeito negativo se praticado um dia depois de um treino mais pesado. Na verdade, ele ajuda a liberar o acúmulo de ácido láctico que pode estar causando a dor muscular. O exercício também pode ajudar a soltar e esticar seus músculos melhor do que se você evitasse qualquer tipo de atividade física. Mas lembre-se de sempre ouvir e respeitar o seu corpo,se você está com dor, simplesmente descanse.

4. Coma alimentos anti-inflamatórios
Não há nenhuma razão para adicionar mais inflamação ao seu corpo através dos alimentos que você consome. A proteína é o bloco de construção de massa muscular magra, escolha proteínas magras. Concentre-se em comer gorduras e proteínas saudáveis para ajudar a lhe dar energia e evitar alimentos inflamatórios como café, doces e pão branco.

5. Durma bem
Os médicos recomendam cerca de oito horas de sono por noite, e por bons motivos. O sono é necessário para a recuperação do seu corpo. Porque você está, na maior parte do tempo, imóvel enquanto dorme, o oxigênio flui mais facilmente para os músculos ajudando-os a se recuperar. O cenário ideal é ter um horário para ir dormir e acordar consistente, assim mantendo os ritmos do corpo equilibrados. Se você geralmente tende a dormir cerca de seis horas por noite, tente iniciar uma rotina para relaxar o corpo no mesmo horário todos os dias.

6. Beba água!
Não só é importante se manter hidratado durante os treinos, mas também beber água constantemente durante todo o dia. Cada sistema e órgão no nosso corpo depende de água para funcionar. Se manter hidratada é uma necessidade básica de saúde que evita doenças e problemas com a coagulação do sangue, saliva e produção de suor. Isso é extremamente importante em dias mais quentes como durante o verão quando suamos mais. Encha uma garrafa de água todos os dias e tentar beber ao menos 13 copos por dia para homens, ou 9 copos para as mulheres.

Será que você consegue incluir estes hábitos no seu dia-a-dia ou pelo menos em dias de treino? Você também é vítima da dor do dia seguinte? Conte pra nós sobre a sua experiência nos comentários abaixo!

Você pratica o treino funcional?

Já ouviu falar do treino funcional? Sabe como ele funciona no seu corpo? Será que essa é uma boa opção para você? Descubra agora!

 

Ontem você teve um ótimo treino na academia. Você está mais forte do que nunca, e puxa peso suficiente na máquina de remo sentada para entrar na equipe olímpica. Porém hoje você levanta uma mala de 30 quilos e trava as suas costas de uma maneira terrível. O que aconteceu? Muito provavelmene você não está prestando atenção suficiente na sua aptidão funcional. Aptidão funcional e treino funcional são as últimas modas nas academias. Eles se concentram na construção de um corpo capaz de fazer as atividades da vida real em posições da vida real, e não apenas levantar uma certa quantidade de peso em uma postura idealizada criada por um equipamento de academia.

Continue reading Você pratica o treino funcional?

30 curiosodades fitness que você precisa saber!

Aqui estão 30 curiosidades fitness e palavras para te inspirar.  Esses dizeres vão mudar a maneira que você pensa sobre o seu estilo de vida de fitness.

Curiosidades Fitness
Curiosidades Fitness

 

1. Os hidratos de carbono, proteínas, gordura e álcool tem 4 , 4, 9 e 7 calorias por grama, respectivamente.

2. É necessário queimar cerca de 3,500 calorias para perder 1 quilo.

3. O glicogênio muscular é de cerca de 3 partes de água para cada parte de glicose.

4. Você queima mais calorias durante as 23 horas em que você não se exercita do que durante a uma hora que você faz.

5. Você não precisa fazer exercícios aeróbicos para perder peso.

6. Você nunca é velha demais para fazer agachamentos.

7. A perda de peso não é um desafio físico, e sim mental.

8. A balança não mede o percentual de gordura corporal.

9. Massa muscular não pesa mais que gordura – é apenas mais densa do que ela.

10. Quando uma embalagem diz zero gramas de gordura, isso nem sempre significa que não há gordura no produto.

11. Pães integrais podem ser altamente industrializados​​- escolha um que tenha poucos ingredientes.

12. Alimentação saudável não é mais cara do que uma dieta de fast-food.

13. Só porque uma embalagem diz  ” grãos integrais ” isso não torna o produto saudável.

14. Você nunca deve tentar perder peso colocando em risco a sua saúde.

15. Ser vegetariano não significa apenas que você não come carne, significa que você segue uma dieta baseada em vegetais.

16. Cozinhar um alimento pode não só baixar a sua concentração de nutrientes quanto fazê-lo menos biodisponível.

17. Existe uma forte correlação entre o nível de aptidão das pessoas próximas a você, e sua própria condição física.

18. É mais difícil ganhar 10 quilos de músculo do que perder 10 quilos de gordura.

19. Quando você se torna um adulto, suas células de gordura podem ser criadas, mas nunca perdidas, apenas encolhidas.

20. Comer à noite não faz você engordar,comer demais faz.

21. Ser magro não significa automaticamente que você tenha pouca gordura corporal.

22. Se você tem alimentos que não são saudáveis na sua despensa e geladeira, você estará mais propensos a comê-los.

23. Produção de hormônio da tiróide e intensidade do exercício são correlacionados positivamente.

24. A menos que você pese menos de 50 quilos, é improvável que você precise de menos de 1,000 calorias para perder peso.

25. 80% das pessoas que começam um programa de exercícios irá desistir.

26. Desidratação de um músculo em 3% pode provocar uma perda de 10% de força .

27. Quanto mais massa muscular você tiver, mais calorias você queima em repouso.

28. Abdominais não são necessários para obter uma barriga chapada.

29. Você pode perder peso e ainda ganhar massa muscular, da mesma maneira que você também pode ganhar peso e ainda perder gordura.

30. A consistência e a paciência são fundamentais para a perda de peso bem sucedida.

Como se preparar para correr 5km todos os dias

A razão pela qual muitas pessoas se intimidam em correr e levar a corrida à sério é a falta de  instrução adequada. Elas cometem o erro de tentar executar um plano de corrida de imediato, em vez de construir gradualmente a sua resistência. Esta metodologia pode esgotar seus músculos e deixá-la extremamente frustrada.  Veja só o plano de 8 semanas que preparamos pra você conseguir correr 5km sem perder o fôlego!

Correr 5km por dia é possível com treino adequado
Correr 5km por dia é possível com treino adequado

Primeiros Passos 

Apenas começando com o seu treino? Corridas de 5km são de uma distância perfeita para novatos e iniciantes. Isso também significa que, uma vez que você dominar os 5km você pode treinar para correr mais rápido ou começar a treinar para corridas de distâncias mais longas, como 10km, uma meia maratona, ou mesmo uma maratona.

Se você nunca correu antes, talvez  a idéia de correr 5Km por dia pode parecer assustadora, mas não se deixe desanimar. Você terá que encarar este plano em etapas. Este guia é apenas isso, um guia, que você pode ajustar de acordo com suas habilidades físicas. Se você precisar de mais uma semana ou duas para chegar ao fim do treinamento, adicione ao programa. Caso você se sinta confortável e hábil de avançar mais rápido, pule uma semana.

Este programa aumenta o tempo e distância a cada semana e ao mesmo tempo faz com que você aumente a sua resistência e diminua o tempo que leva para terminar a corrida ou caminhada. Você vai começar em um passo lento, por isso não tenha medo de tentar!
Note-se que os treinos com peso ou musculação e dias de descanso são fundamentais para fazer progressos e evitar lesões. Também é extremamente importante aquecer por 5 minutos antes de cada corrida e alongar quando terminar.
Para os treinos com peso você não precisa de nada extravagante ou até mesmo entrar em uma academia. Você pode até utilizar objetos em sua casa para usar como peso, seja criativa! Verifique com seu médico antes de começar a treinar para correr 5km todos os dias!

Semana 1
Segunda e Sexta-Feira: treino com peso- 30min – 1 hora
Quarta-Feira: caminhar por 30 min
Terça e Quinta-Feira: corra por 30 segundos, caminhe por 2 minutos (repita 5 vezes para um total de 12min e 30 segundos)
Sábado – descanse
Domingo – corra 1,5km no seu próprio passo

Semana 2
Segunda e Sexta-Feira: treino com peso- 30min – 1 hora
Quarta-Feira: caminhar por 30 min
Terça e Quinta-Feira: corra por 30 segundos, caminhe 1:30 (repita 8 vezes para um total de 16:00)
Sábado – descanse
Domingo – corra 1,5km no seu próprio passo

Semana 3

Segunda e Sexta-Feira: treino com peso- 30min- 1 hora
Quarta-Feira: caminhar por 30 min
Terça e Quinta-Feira: corra por 01:00, caminhe 01:30 (repita 8 vezes para um total de 20:00)
Sábado – descanse
Domingo – corra 1,5km no seu próprio passo

Semana 4
Segunda e Sexta Feira: treino com peso- 30min – 1 hora
Quarta-feira: caminhar por 30 min
Terça e Quinta-Feira: corra por 01:00, caminhe 01:00 (repita 12 vezes para um total de 24:00)
Sábado: descanse
Domingo: corra 3,2km no seu próprio passo

Semana 5
Segunda e Sexta-Feira: treino com peso- 30min – 1 hora
Quarta-Feira: caminhar por 30 min
Terça e Quinta-Feira: corra por 01:30, caminhe 01:00 (repita 11 vezes para um total de 27:30 total)
Sábado: descanse
Domingo: corra 3,6km no seu próprio passo

Semana 6
Segunda e Sexta-Feira: treino com peso- 30min – 1 hora
Quarta-Feira: caminhar por 30 min
Terça e Quinta-Feira: corra 01:30, caminhe caminhada :30 (repita 16 vezes para um total de 30:00)
Sábado: descanse
Domingo: corra 4km no seu próprio passo

Semana 7
Segunda e Sexta-Feira: treino com peso- 30min – 1 hora
Quarta-Feira: caminhar por 30 min
Terça e Quinta-Feira: corra 02:00, caminhe :30 (repita 12 vezes para um total de 30:00)
Sábado: descanse
Domingo: corra 1,6km no seu próprio passo

Semana 8
Segunda e Sexta-Feira: treino com peso- 30min – 1 hora
Quarta-Feira: caminhar por 30 min
Terça e Quinta-Feira: corrida e caminhada , conforme necessário ( 30:00 total)
Sábado: descanso
Domingo: corra 5km no seu próprio passo  

Correndo descalço
Uma das chaves para ser um corredor de sucesso é o uso de sapatos bem ajustados e confortáveis​​. Então, correr descalço como os nossos ancestrais das cavernas é tão bom quanto usar um tênis de corrida? Uma das últimas tendências é correr descalço ou usar um tipo de tênis especialmente feito para corridas, que serve como uma ‘luva’ para os pés e imita a ação de correr descalço. Este tipo de calçado por ser feito de um material de borracha maleável ainda é capaz de proteger os pés de pedras, vidro e outros elementos na superfície de onde quer que você esteja correndo. Em termos de desempenho, não existem conclusões definitivas para saber o que é melhor usar (ou não) para correr 5km melhor. O que realmente importa é que você coloque um pé na frente do outro! 😉

Os exercícios podem lhe trazer muito mais do que um corpo bonito

pilates

 

Muitas pessoas vão à academia para ganhar músculos e claro obter um corpo bonito. Mas você sabe que exercícios, especialmente ao ar livre podem trazer muitos mais benefícios além do corpinho dos seus sonhos? Atividade física pode estimular o funcionamento do cérebro independentemente da sua idade ou nível de condicionamento físico. Inspire-se hoje mesmo aprendendo sobre formas inesperadas que podem beneficiar a saúde mental e te ajudar a levar a uma vida mais saudável e feliz em geral.

Redução de estresse

Dia difícil no escritório? Dê um passeio ou vá para a academia para um treino rápido. Um dos benefícios mentais mais comuns de praticar exercícios é o alívio do estresse . Dar uma suada pode ajudar a controlar o estresse físico e mental. O exercício também aumenta a concentração de noradrenalina, uma substância química que pode moderar a resposta do cérebro ao estresse. Então vá em frente e sue a camisa-malhar ao ar livre pode reduzir o estresse e aumentar a capacidade do organismo de como lida com a tensão mental existente.

Auxilia na produção de substâncias químicas da felicidade

Praticar exercícios árduos ou treinos de intensidade maior do que você está acostumada pode ser difícil, mas vale a pena o esforço! O exercício libera endorfinas, substâncias químicas que criam sentimentos de felicidade e euforia. Estudos têm demonstrado que o exercício pode até aliviar os sintomas entre indivíduos clinicamente deprimidos. Por esta razão, muitos médicos recomendam que as pessoas que sofrem de depressão ou ansiedade pratiquem exercícios físicos com frequência. Em alguns casos o exercício pode ser tão eficaz quanto pílulas antidepressivas no tratamento da depressão. Não se preocupe se você não é exatamente um marombeiro, você pode obter ótimos resultados mesmo malhando por apenas 30 minutos algumas vezes por semana.

Melhorar a auto-estima

Use a esteira para melhorar não só o seu visual mas, mais importante ainda, se sentir linda por dentro. Mesmo praticando exercícios em um nível muito básico pode aumentar não só auto -estima como lhe fazer sentir melhor a respeito da sua aparência e como você se vê no círculo social. Independentemente do seu peso, tamanho, sexo ou idade, o exercício pode elevar rapidamente a percepção que uma pessoa tem do seu poder de atração,ou seja, auto-estima.

Aliviar a ansiedade

Qual é melhor maneira de aliviar a ansiedade: um banho de espuma quente ou uma corrida de 20 minutos? Você pode se surpreender com a resposta. As substâncias químicas liberadas durante e após o exercício podem ajudar as pessoas com transtornos de ansiedade se acalmarem. Usar a esteira por alguns minutos ou praticar exercícios de moderada a alta intensidade aeróbica podem reduzir a sensibilidade à ansiedade.

Aumentar a capacidade intelectual

Vários estudos científicos têm mostrado que exercícios cardiovasculares podem criar novas células cerebrais e melhorar o desempenho do cérebro em geral. Estudos sugerem que um treino de alta intensidade aumenta os níveis de uma proteína derivada do cérebro (conhecida como BDNF) no corpo, que acredita-se se responsável por nos ajudar a tomar decisões, o pensamento mais elevado de aprendizagem.

Afiar a memória

A atividade física regular aumenta a memória e a capacidade de aprender coisas novas. Exercícios físicos aumentam a produção de células no hipocampo responsáveis ​​pela memória e aprendizagem. Por isso, malhar ao ar livre pode melhorar e expandir a capacidade de memória entre adultos e isso foi provado através de estudos que mostraram atletas com uma melhor retenção de vocabulário quando comparada a outros adultos de vida sedentária.

Ajuda no controle de certos vícios

O cérebro libera dopamina, a substância  química responsável pelo sentimento de  “recompensa” em resposta a qualquer forma de prazer, seja exercícios, sexo, drogas, álcool ou alimentos. Infelizmente, algumas pessoas se tornam dependentes de dopamina e das substâncias que a produzem, como drogas ou álcool (ou mais raramente, comida e sexo). O exercício pode ajudar na recuperação de viciados já que sessões de exercícios curtas podem distrair efetivamente o vício de drogas ou álcool, pelo menos à curto prazo. Malhar ao ar livre tem outros benefícios também; o abuso de álcool perturba muitos processos corporais, incluindo ritmos circadianos e como resultado, alcoólatras tem dificuldade em dormir na ausência da bebida. Exercícios podem ajudar a reiniciar o relógio do corpo, ajudando as pessoas a pegar no sono na hora certa.

Exercícios podem lhe ajudar não só a conquistar uma barriga chapada e um corpo torneado mas também auxiliam no controle do sono, ansiedade, memória e capacidade intelectual. Que tal começar hoje mesmo a reservar um tempo para a sua saúde física e mental? Qual a maneira que você relaxa e cuida de você mesma? Deixe um comentário!

Entenda as técnicas de Cutting e Bulking

Acompanhando as últimas tendências no mundo fitness, o Magra hoje aborda um termo muito comum recentemente nas academias: cutting e bulking. Esses são termos usados para descrever uma técnica de emagrecimento e ganho de massa muscular. Saiba um pouco mais em detalhes do que faz parte desse processo, e se esta é uma técnica para você incluir na sua rotina de exercícios.

Continue reading Entenda as técnicas de Cutting e Bulking